Pare de cavar seu próprio buraco

Roberto Vilela 22/05/2017
Roberto Vilela 22/05/2017

Na medida em que os meses avançam e observamos que o final do túnel ainda está distante, uma atmosfera negativa e de angústia atrapalha o equilíbrio emocional de boa parte dos profissionais que estão conduzindo suas empresas e equipes.

A retomada e a aceleração do mercado ainda estão muito tímidas e catalisam o sofrimento e preocupação de muitos executivos e empreendedores. Considero este momento sempre muito delicado e desafiador para todos que estão imersos neste universo dos negócios, inclusive para os consultores.

Nesta hora ou fase, se faz necessário tomar uma série de decisões complexas e o equilíbrio emocional passa a ser fundamental para aumentar a assertividade. Também observo que a ansiedade em ver o final deste túnel proporciona algumas ações e reações que provocam resultados ainda mais catastróficos.

Portanto, precisamos manter a mente muito oxigenada, medir com atenção cada passo a ser dado e assim não cavar ainda mais este buraco. A resiliência, que é a capacidade de voltar à antiga forma após ter sido submetido a uma pressão ou choque, nunca foi tão importante. Profissionais que possuem esta característica em seu perfil são fundamentais neste momento de virada de chave e interrupção da queda nos resultados.

Não há dúvidas de que a resiliência pode e deve ser aprimorada. Portanto, o tempo de estrada e a experiência com situações similares, ajudam e muito o profissional a potencializar esta habilidade em seu perfil.

Mantenha a mente aberta para a inovação e esteja disposto a investir na criatividade. Por mais assustador que possa ser o ato de reinventar-se ou até mesmo fazer uma reengenharia em seus processos, produtos ou mercado, o risco compensa e pode oportunizar um novo horizonte para seus negócios.

Definitivamente, este não é o momento para se ficar parado e esperando tudo voltar ao normal. Inclusive porque este suposto normal já deixou de existir e a imagem após o final deste túnel será outra!

Fica a sugestão então para pararmos de cavar e concentrarmos nossas energias para inovar e ajustar nossas estratégias. Somente assim, no momento desta nova largada de mercado, estaremos alguns passos à frente de nossos concorrentes e aumentaremos nossas probabilidades de êxito.

Roberto Vilela é consultor empresarial e especialista nas áreas de gestão de negócios e estratégias comerciais. Em 2000 fundou, junto com Berenice Cristina Buerger, a Mega Empresarial,  em Blumenau (SC).

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.