Última edição Edição 262 January 2017 Assine

10 dicas práticas de marketing digital para micro e pequenas empresas

Especialista lista ações simples para que pequenas e médias empresas utilizem a internet como uma ferramenta para potencializar negócios

Redação 23/02/2017
Redação 23/02/2017

As Pequenas e Médias Empresas (PMEs) representam mais de 90% dos negócios brasileiros e empregam 92% da população. Mas ainda são poucas as que utilizam a internet para potencializar os seus negócios. “Alguns empresários desconhecem as oportunidades online ou, por não ter criado o seu negócio em um mundo conectado, não entende do assunto. Mas as possibilidades são latentes e contratar ajuda é um dos passos importantes para quebrar esse paradigma”, comenta Karina Klitzke Gasda, coordenadora de marketing da Guia Fácil.

A empresa, além de gerenciar investimentos nas plataformas do Google, lançou recentemente a ferramenta Guia Fácil Websites que ajuda as PMEs a terem um espaço na internet. Karina separou 10 dicas simples e objetivas para que esses negócios se beneficiem da internet:

1) Crie uma página do seu negócio no Facebook

Não um perfil (dedicado a pessoas físicas), mas uma página em que você possa se comunicar com os seus clientes e onde possa atualizar as novidades. Importante: mantenha alguém sempre de olho para responder aos contatos que chegam.

2) Utilize um domínio corporativo

A troca de e-mails é básica para os negócios. E ter um e-mail de um provedor gera dúvidas e abala a credibilidade. Você também prefere quando recebe um e-mail @nomedaempresa. Então faça isso com os seus clientes!

3) Tenha um site que se adapte ao tamanho de tela do cliente

Chamados de responsivos, esses sites têm resultados melhores porque fazem com que o usuário navegue tranquilamente esteja ele no computador, no celular ou em um tablet.

4) Faça seu cadastro no Google Meu Negócio

É gratuito e rápido. Com ele, sempre que alguém procurar sobre o seu negócio no Google terá rapidamente informações de contato, por exemplo.

5) Configure o Google Analytics

Também é gratuito e por ele você vai saber quantas pessoas acessam o seu site, de onde elas são e quais produtos ou páginas tem mais aceitação online.

6) Esteja nas redes sociais certas

É mentira quando te dizem que você precisa estar em todas as redes sociais. Pesquise, veja seus concorrentes e as empresas que são referência pra você e veja em quais elas atuam.

7) Esteja em buscadores

Mesmo sem muita estrutura de marketing e com pouca verba, é possível estar em guias específicos de telefones e contatos. Isso para que quando alguém deste guia digite uma palavra-chave que lembra sua empresa, te veja.

8) Não bombardeie os seus clientes

Ninguém gosta de conteúdo repetido e exaustivo no e-mail. Então cuidado com o que for mandar. Escolha conteúdos relevantes para entrar em contato com os seus clientes. O que é usual pode ser postado nas redes sociais, por exemplo.

9) Se investir em Google AdWords, não busque seu nome

Geralmente quando uma empresa investe no Google, o empresário fica “testando” o anúncio procurando seu nome. Existe uma ferramenta para isso, chamada de AdPreview. Com a sua utilização, você não prejudicará seus resultados com ferramenta de AdWords e poderá avaliá-los de maneira mais correta.​​

10) Selecione bons fornecedores

Pesquise muito! Ao escolher qualquer fornecedor, converse com atuais clientes, peça referências e veja o portfólio. Investir com a empresa errada pode fazer (ou já ter feito!) com que você se frustre e desacredite nos resultados do marketing.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.