5 passos para liderar com empatia e flexibilidade

Trabalhar com pessoas motivadas e que rendam alta performance é a meta de muitos gestores

Redação 22/03/2017
Redação 22/03/2017

Trabalhar com pessoas motivadas e que rendam alta performance é a meta de muitos gestores. Para isso, as companhias investem em treinamentos aos executivos nos quesitos de liderança.

“No entanto, os esforços podem ser em vão se os profissionais esquecerem ou ignorarem comportamentos e atitudes fundamentais no momento de executar suas funções, operacionais ou estratégicas”, diz Allessandra Ferreira, especialista em gestão estratégica e palestrante da AlleaoLado, empresa focada em palestras, treinamentos e consultoria.

Confira cinco dicas da consultora para acertar na dose e colher os resultados esperados:

Entenda sua equipe: Saber das dificuldades com as equipes e como resolvê-las é fundamental para quem exerce o papel de líder. A escuta ativa é a forma mais simples, porém uma das mais eficientes, para cuidar. Importe-se com as pessoas e demonstre interesse pelo que elas têm a dizer. Compartilhe seu conhecimento, aprenda com eles e transforme sua posição em uma fonte de troca.

Promova brainstormings: Estimule que profissionais troquem ideias e visões a respeito das oportunidades e das possibilidades que cada um vivencia em suas áreas. A falta de comunicação entre os integrantes da empresa é um erro e em algumas situações a solução para o problema está na mesa ao lado.

feedbacks: A ferramenta do reconhecimento direto e público contribui para o estímulo de envolvimento de todos. A medida que as pessoas são reconhecidas por seus méritos, elas produzem mais e com maior qualidade. Com esta ação o líder estimula a trajetória do profissional, reforçando positivamente os comportamentos desejados e incita cada vez mais a busca da aplicabilidade de seus conhecimentos.

Traga novidades: A criatividade precisa ser algo recorrente na vida dos chefes. O poder de transformar problemas em oportunidades e a paixão por superar desafios pedem inovação.

Crie credibilidade: Ter a confiança dos colaboradores é imprescindível para que as demais competências se mantenham fortes. Tenha atitudes que mostrem que você está trabalhando para formação de novos líderes. E nunca prometa o que não vai cumprir.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.