7 passos para aumentar a produtividade de sua empresa

Independentemente do momento econômico, planejamento é essencial para que uma empresa tenha sempre um bom desempenho

Redação 03/02/2016
Redação 03/02/2016

​Em tempos de crise, muito se fala sobre como as pequenas e médias empresas podem crescer e superar as dificuldades desse período. Mas, independentemente do momento econômico, planejamento é essencial para que uma empresa tenha sempre um bom desempenho. Levando em conta algumas dicas e considerações e adaptando-as à realidade de cada companhia, é possível obter bons resultados.

“Diagnosticar a situação atual da empresa, ter mecanismos de fiscalização e controle, além de estratégias e planos de ação a serem colocadas em prática, fazem toda a diferença para uma empresa. Esses itens colaboram para que ela sobreviva e enfrente dificuldades que são comuns a muitas PMEs e possa dar um salto de crescimento”, explica Adriano Stringher, sócio da S&H Consultoria Financeira.

Conheça algumas das práticas que podem fazer a diferença:

1) Criação de um conselho consultivo. As pequenas e médias empresas podem instituir um grupo de profissionais composto por pessoas experientes para que atuem em diferentes áreas e ajudem na resolução de problemas, orientem estratégias de negócios, capacitem aportes financeiros e colaborem para o crescimento da empresa.

2)Identificação de oportunidades de melhoria. Se é necessário cortar custos, demitir não é necessariamente a melhor opção. A empresa deve identificar e valorizar as áreas e atividades que apresentam um bom desempenho (e, se possível, que tenham baixo custo) e mudar as práticas das que não vão bem e que oneram o caixa da companhia.

3)Criação de mecanismos para acompanhamento das ações. Os gestores devem sempre rever as operações de forma detalhada em média a cada dois anos para assim identificar oportunidades e riscos e se prevenir. Entre elas está a elaboração de orçamentos anuais e planejamentos que contemplem 3 a 5 anos. Neles devem constar a análise e projeção de receitas, despesas e investimentos de acordo com o período que deseja analisar, como os citados acima.

4) Entendimento claro do negócio e planejamento. Realizar uma análise histórica e compreender qual o seu objetivo é de grande importância. Para auxiliar na tomada de decisões sobre o negócio, os gestores podem elaborar um plano orçamentário completo com estratégias, ações e metas a curto e longo prazo.

5) Visão segmentada sobre a empresa. Além das diferentes unidades de negócios e novos investimentos, os gestores também devem estar atentos a todas as áreas, estrutura física, recursos humanos, serviços terceirizados e tecnologias, levando em consideração as particularidades de cada um.

6) Gestão consciente das funções de cada funcionário. Os líderes devem verificar a produtividade de cada grupo e identificar a necessidade de cada um para a empresa. Investir em treinamentos, capacitações e apostar na evolução dos colaboradores é uma maneira de conquistar bons resultados com diminuição de custos a longo prazo.

7) Atendimento personalizado ao cliente. A empresa deve entender o que o seu público-alvo espera dele, quais são seus objetivos e que tipo de estratégia é mais adequada a cada um.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.