Abertas as inscrições para o Prêmio Finep de Inovação 2011

redacao 04/07/2011
redacao 04/07/2011

Empresa vencedora das etapas regional e nacional pode acumular prêmio de R$ 1 milhão

Reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, instituições científicas e tecnológicas (ICT) e inventores brasileiros. Esse é o objetivo da 14ª edição do Prêmio Finep de Inovação – Inovar é Investir no Futuro, que está com as inscrições abertas até o dia 14 de outubro no site www.finep.gov.br/premio. Na edição passada, participaram 860 empresas, sendo 390 micro e pequenas. A empresa vencedora das etapas regional e nacional pode acumular prêmio de R$ 1 milhão.

O prêmio tem duas fases: a regional, cujos resultados estão previstos para novembro, e a nacional, que terá sua premiação em março de 2012, em Brasília. As categorias são: Micro/Pequena Empresa, Média Empresa, Instituição de Ciência e Tecnologia, Tecnologia Social e Inventor Inovador. Na fase nacional, terão duas categorias especiais: Grande Empresa e Inovar.

A premiação inclui troféu, selo alusivo ao prêmio, medalha, participação em workshop e R$ 500 mil para cada uma das duas fases, que devem ser investidos em futuros projetos de inovação. Na categoria Inventor Inovador, na etapa nacional, o prêmio em dinheiro é de R$ 120 mil.

O Prêmio Inovar, que era uma iniciativa separada, passa agora a ser uma categoria do Prêmio Finep e tem condições específicas, com inscrições de 2 de setembro a 6 de outubro de 2011. Os vencedores ganharão o troféu Inovar.

Cada categoria deve atender a alguns critérios. A comissão organizadora efetuará uma pré-qualificação de todas as propostas inscritas. De acordo com o regulamento, são consideradas micro e pequenas empresas as que tiveram faturamento bruto em 2010 de até R$ 16 milhões, representadas pelo conjunto de suas ações inovadoras implementadas há pelo menos três anos.

“Sem inovação as pequenas empresas perderão lugar no mercado global e competitivo. Hoje há um grande reconhecimento das companhias que se dedicam a desenvolver soluções em forma de produtos, processos, metodologias e/ou serviços novos ou significativamente modificados”, destaca o coordenador do prêmio, Carlos Ganem. Ele ressalta ainda que fazer inovação não está relacionado com alto custo. “Uma pequena modificação no processo produtivo pode representar grandes ganhos para o empresário”, disse.
 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.