“Ações da Disney” ajudam empreendedores brasileiros nos Estados Unidos

Proprietários do Camila’s Restaurant, maior reduto de comida brasileira em Orlando, aprenderam como criar momentos únicos para os clientes

Redação 08/12/2017
Equipe do restaurante Camila’s,, que serve comida brasileira nos EUA
Redação 08/12/2017

Encantar o público e fazer com que as pessoas se sintam importantes durante uma experiência é uma das principais ações da Disney para ser reconhecida por seus visitantes depois que vão embora. Criar momentos mágicos, com diversos elementos surpresa, é parte fundamental dessa estratégia. Essa é uma das lições que os empresários brasileiros Leo Charamba e Alex Alencar, proprietários do Camila’s Restaurant, maior reduto de comida brasileira dos Estados Unidos com sedes em Orlando e Miami, aprenderam com um dos maiores parques temáticos do mundo.

Depois de participarem de diversos workshops ministrados pela Disney e viverem as experiências dos parques, os sócios decidiram implantar algumas ações no Camila’s. “O relacionamento com o cliente é a coisa mais importante de qualquer negócio”, comenta Charamba. “Assim como a Disney, não queremos que o cliente simplesmente entre no nosso restaurante, coma e saia sem lembrar o nome Camila’s. Por isso queremos que ele viva experiências”, completa Alex Alencar.

Para tanto, além de se propor a servir a melhor comida brasileira nos Estados Unidos, o Camila’s conta com equipe capacitada para dar todo apoio necessário ao turista brasileiro e ações permanentes no restaurante. “Há alguns anos, trabalhamos com Programação Neurolinguística, que busca impactar o público de forma que ele se lembre daquela experiência”, explica Charamba. Para isso, realizam uma série de eventos artísticos que fazem com que clientes sejam surpreendidos no momento em que visitam o restaurante.

O Camila’s Restaurant chega a receber 3 mil pessoas diariamente na alta temporada e estima um crescimento de público acima de pelo menos 10% em 2018. “Nos últimos anos também ampliamos nosso leque de atuação e passamos a receber muitos turistas da Colômbia, Argentina, Venezuela, Equador e Porto Rico”, comenta Alencar. “Acreditamos que 2018 será um ano bastante bom para nós”, finaliza.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.