Após embargo à carne brasileira, governo deve investir R$ 50 milhões para renovar laboratórios

redacao 29/06/2011
redacao 29/06/2011

O ministro da Agricultura, Wagner Rossi, afirmou que a presidenta Dilma Rousseff respaldou seu pedido de recursos para a atualização dos laboratórios públicos, feito após problemas de embargo a carnes brasileiras pelas autoridades sanitárias russas. Segundo ele, são necessários cerca de R$ 50 milhões para uma “boa atualização”.

Rossi disse que a Casa Civil já está analisando as necessidades de renovação dos laboratórios de análises sanitárias. “Eles não são ruins, mas se ressentiram da falta de investimentos nos últimos anos”, disse.

O ministro disse, no entanto, que não quer mais ouvir a desculpa de que as demandas não podem ser cumpridas e afirmou que, se necessário, serão usados laboratórios particulares, no país ou no exterior. “O Brasil tem um protagonismo que não pode se permitir não ter os recursos necessários para cumprir as exigências dos clientes.”

As exportações de carne representam quase 20% das vendas externas do agronegócio nacional, que já ultrapassou a marca de US$ 80 bilhões nos últimos 12 meses. Os laboratórios garantem o cumprimento das exigências sanitárias do produto exportado e daquele consumido no país.
 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.