Após intercâmbio, irmãs faturam R$ 3 milhões com franquia de turismo

Três vezes premiadas como melhor unidade da rede Travelmate, sócias conquistam clientes com dicas de experiência própria

Redação 14/11/2017
Redação 14/11/2017

O gosto por viagens, aliado às frustrações profissionais, foi determinante para que as irmãs Fernanda e Gabriela Meneghel iniciassem uma parceria de sucesso em uma franquia de intercâmbio e turismo. Sócias da Travelmate (www.travelmate.com.br) em Chapecó (SC), elas ganharam o prêmio de melhor franquia da rede três vezes (2013, 2015 e 2016) e pretendem fechar 2017 com faturamento de R$ 3,3 milhões.

As irmãs se inspiram em suas próprias experiências como intercambistas para orientar seus clientes. Fernanda estudou na Austrália e Gabriela já passou por Alemanha, Áustria, Miami e África do Sul. As experiências pessoais das sócias, sobretudo das adversidades – como diferenças culturais e a distância da família e dos amigos –, são fundamentais para estabelecer laços de empatia com os futuros viajantes. “Falamos sobre as adaptações e estranhamentos que passamos em nossas viagens e como, no fim das contas, esses ‘obstáculos’ agregam muito à experiência”, diz Gabriela, gerente regional da Travelmate.

O suporte é outro diferencial da unidade em relação a outras agências do mercado. “Fazemos questão de ligar para todos os clientes e dar apoio antes e durante a viagem. Talvez esse seja nosso maior trunfo, pois eles voltam a comprar conosco e até indicam para amigos”, reforça Fernanda, gerente regional da rede.

Uma das vantagens para os franqueados é a proximidade na relação com os franqueadores. “Temos uma liberdade de atuação muito boa e total apoio para apontarmos algo que não está funcionando”, afirma Fernanda. Para ela, a desburocratização dos processos e feedbacks são os pontos que mais contribuem para o sucesso da franquia.

Formada em jornalismo, Fernanda estava frustrada com a rotina no jornal. “Eu gostava do que fazia, mas trabalhava muito em plantões e não ganhava tão bem. Em 2011 me demiti e soube que minha irmã tinha planos de abrir uma agência, então percebemos que a região de Chapecó era promissora e decidimos começar a sociedade”, relata. “A Gabriela trabalhou em outras agências de intercâmbio, inclusive na matriz da rede em Florianópolis antes de resolver abrir uma franquia. Essa trajetória também foi determinante na escolha”, detalha Fernanda.

Na época da abertura, em 2012, o investimento inicial foi de R$ 50 mil a R$ 60 mil – com o retorno deste valor obtido em nove meses. Atualmente, a agência tem crescimento anual de 10% e conta com três representantes no estado: Concórdia, São Lourenço do Oeste e São Miguel do Oeste. Para adquirir franquia Travelmate, o investimento inicial é a partir de R$ 10 mil no modelo Express; há também o Premium – o mais comercializado, que exige loja física – e o Master, no qual o franqueado fica responsável por um estado inteiro.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.