Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Beleza pode ser um bom negócio, desde que com qualificação

redacao 10/09/2013
redacao 10/09/2013

As mulheres brasileiras têm conquistado cada vez mais espaço no mercado de trabalho formal e, consequentemente, alcançaram maior poder de compra. Esse novo cenário vem impactando diretamente o crescimento do segmento de beleza no país. De acordo com uma pesquisa do Instituto Data Popular, divulgada em junho deste ano, até o fim de 2013, os brasileiros deverão gastar R$ 59,3 bilhões com produtos, serviços de beleza e cuidados pessoais.

A cada mês são abertos sete mil novos salões de beleza no país e, em um ano, o segmento cresceu 43%. A maioria desse empreendimentos são de Microempreendedores Individuais (MEI). Atualmente, a formalização é incentivada pelo Governo Federal, por meio dessa figura jurídica que reúne negócios com renda anual de até R$ 60 mil. Quem escolhe esse caminho, tem benefícios como isenção de taxas para o registro de empresas, cobertura previdenciária, redução da carga tributária, acesso a serviços bancários, facilidade para vender para o governo, entre outras facilidades.

A empresária alagoana Ana Lúcia Laurindo de Oliveira, conhecida desde a infância como Cleia, já trabalja como cabelereira há vários anos, mas somente há cinco meses decidiu formalizar o seu negócio. Para conquistar e manter a clientela, elatem investido em capacitação e já participou do curso Gestão de Pessoas e Equipe na Medida, oferecido pelo Sebrae em Alagoas.

“Esse curso me fez ter novas ideias. O Sebrae tem me colocado em contato com muitas pessoas do ramo e me encorajou a participar de eventos da área fora do estado, coisa que eu nunca tinha feito”, completou. A empreendedora já participou da Feira HairNor, em Recife, e participará da Beauty Fair, em São Paulo, neste final de semana.

De acordo com Amanda Pinto, analista de Comércio e Serviços do Sebrae em Alagoas, investir em capacitação é um diferencial competitivo. “O objetivo do curso de gestão de pessoas e equipe é potencializar a capacidade empresarial de atrair, desenvolver e manter talentos”, explica.

Por buscar um diferencial, Cleia criou o Dia da Beleza em parceria com seus fornecedores. Na ação promocional, a cliente vai até o salão, utiliza o produto de tratamento que faz parte da promoção e paga apenas pela escovação dos cabelos. O evento faz sucesso e traz bons resultados, e, por isso, é realizado de duas a três vezes ao ano. A empresária também está investindo em ações de panfletagem, que divulgam várias promoções, o que têm atraído ainda mais clientes.

Cleia também estará na Feira do Empreendedor de Alagoas, no Espaço de Comércio e Serviços, no qual poderá mostrar seus serviços ao lado de outros empresários. O maior evento de empreendedorismo do estado será realizado entre os dias 9 e 12 de outubro, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.