Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Brasil perde posição em ranking de veículos

redacao 12/03/2012
redacao 12/03/2012

 A entrada de carros importados no Brasil fez a produção estagnar e o País perdeu uma posição entre os maiores produtores mundiais em 2011. Segundo a Organização Internacional de Construtores de Automóveis (Oica), o Brasil caiu para o sétimo lugar no ranking, superado pela Índia. Para este ano, a previsão é de nova desaceleração, com recuperação após a chegada de novas montadoras, no médio prazo.

Puxada pelo consumo nos países emergentes, a produção de veículos no planeta se recuperou da crise de 2008 e 2009. Em 2011, a produção mundial atingiu novo recorde, de 80,1 milhões de veículos, uma expansão de 3,2%. Para 2012, a perspectiva é de que a taxa seja mantida, ainda que a Europa registre queda profunda em vendas e produção.

No caso brasileiro, a indústria patina, mas o problema não é a demanda, e sim a entrada de carros importados e a queda das exportações. Após registrar crescimento de 14% em 2010, a produção brasileira teve alta de apenas 0,7% em 2011. O fenômeno levou o governo a aumentar impostos para conter a importação.

Enquanto a produção pena para crescer, as vendas registram taxas mais elevadas. Nesse critério, o Brasil manteve-se em quarto lugar no ranking, posição conquistada em 2010. Foram vendidos 3,63 milhões de veículos em 2011, 3,4% mais que no ano anterior, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Desse total, 23,6% são importados.

Os três maiores mercados mundiais mantiveram suas posições, com a China no topo (18,5 milhões de veículos). Na sequência estão EUA (12,734 milhões) e Japão (4,21 milhões). O Brasil ficou à frente da Alemanha por apenas 125 mil unidades. Nessa lista, a Índia está em sexto lugar, com 3,293 milhões de veículos vendidos em 2011. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.