Última edição Edição 236 Junho 2014 Ver mais

Caixa vai ampliar crédito para pequenos negócios

“A Caixa quer ser reconhecida como o banco dos pequenos negócios”. A frase dita pelo […]

Por redacao 01/03/2013 Agronegócios
Por redacao 01/03/2013 Agronegócios

“A Caixa quer ser reconhecida como o banco dos pequenos negócios”. A frase dita pelo diretor-executivo de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal (CEF), Roberto Derziê, simboliza a disposição do banco em fortalecer e incentivar o desenvolvimento das empresas do segmento de pequeno porte no país. Nessa quarta-feira (27), Sebrae e CEF renovaram a parceria que visa à implementação de ações, entre capacitações, consultorias e adequação dos produtos e serviços financeiros da instituição, para melhor atender aos proprietários dos pequenos negócios, que respondem por 99% das empresas brasileiras.

O Sebrae vai treinar os gerentes de pessoa jurídica da CEF para que a instituição possa atender às necessidades dos segmentos de micro e pequeno porte. Os empresários que faturam até R$ 3,6 milhões ao ano e são clientes da Caixa também serão capacitados a respeito dos serviços financeiros e das linhas de crédito direcionados às micro e pequenas empresas. 

“O acesso ao crédito é instrumento fundamental para o desenvolvimento dos pequenos negócios. Com a renovação dessa parceria com a Caixa, esperamos que a liberação de aporte para as pessoas jurídicas de micro e pequeno porte aumente cada vez mais”, ressaltou o presidente do Sebrae, Luiz Barretto. “Reconhecemos a importância das micro e pequenas empresas para a economia e geração de emprego no país. A parceria com o Sebrae é fundamental para nos aproximar desses empresários”, destacou Roberto Derziê.

Durante a assinatura do convênio com o Sebrae, a Caixa também firmou parceria com  sociedades de garantia de crédito (SGC). O Termo de Compromisso com as SGC tem como objetivo facilitar o reconhecimento das garantias oferecidas pelas instituições e, consequentemente, favorecer a liberação de crédito às empresas atendidas pelas sociedades.

“Vivemos um momento de consolidação da carteira de garantias, que já se aproxima dos R$ 40 milhões em valor assegurado pelas operações com aval das SGC. E devemos avançar fortemente em 2013”, prevê o diretor-técnico do Sebrae, Carlos Alberto dos Santos. Há no Brasil nove sociedades garantidoras, nos estados do Paraná, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Paraíba e Rio de Janeiro. Elas fornecem aval para aproximadamente 1,5 mil pequenos negócios.

Atualmente, a Caixa possui 1,25 milhão de clientes com empreendimento de micro e pequeno porte, e uma carteira de crédito de R$ 26 bilhões. A carteira de crédito do banco direcionada a esse segmento cresceu 86% nos últimos 12 meses.

Autor

  • Redação

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.