Cerveja com gosto internacional

Redação 21/06/2018
Redação 21/06/2018

A expectativa de produção de cerveja artesanal para este ano é de 14 bilhões de litros, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria da Cerveja.
Criada há um ano, a marca carioca OverHop começou suas atividades produzindo cerca de quatro mil litros de cerveja por mês.

Ao contrário da trajetória da maioria das cervejarias artesanais, a OverHop começou sua história com a participação no Mondial de la Bière 2016, no Canadá, quando tinha apenas três meses de existência e faturou duas medalhas de ouro no evento. A premiação rendeu visibilidade à marca e bons negócios no país.

Hoje a cervejaria inicia seu processo de internacionalização para produção e distribuição no exterior, Por se tratar de uma cerveja artesanal, feita sem conservantes, a exportação não era viável.
A primeira parceria internacional foi um rótulo inédito lançado em colaboração com a Brasserie Harricana, de montreal. A receita colaborativa tem notas de açaí, framboesa e café e já participou de festivais cervejeiros no Brasil e no Canadá.

Atualmente, cerveja Hazye a DarkHop, medalhistas de ouro no Mondial 2016, e  One Love estão sendo produzidas e comercializadas em Ontario e Quebec.

Rodrigo Baruffaldi, sócio-fundador, comenta que a meta da cervejaria é transformar o negócio em franquia. “Nosso projeto no  Canadá é abrir um modelo de negócios de brewpubs. A partir dele, pretendemos expandir para outros países, como Portugal, por exemplo”.

 

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.