Cidades do interior criam mais empregos

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

No atual cenário aquecido do mercado de trabalho brasileiro, as cidades do interior têm gerado mais empregos do que as regiões metropolitanas. No primeiro semestre, as contratações de empregados com carteira assinada no interior somaram 60,2% do total de vagas abertas em todo o País: foram 825,3 mil postos de trabalho de um total de 1,36 milhão de vagas abertas no período.

O interior tem apresentado também crescimento mais rápido do mercado de trabalho. Nos primeiros seis meses do ano, o emprego cresceu 6,43% no interior, ante 3,68% nas grandes metrópoles, nas nove áreas analisadas pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), informou ontem o Ministério do Trabalho.

Somente em junho, a estatística oficial registra 164,6 mil novas admissões com carteira assinada no interior dos nove Estados brasileiros (Pará, Ceará, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul) que mais se destacaram na oferta de empregos nesse mês. Esse saldo foi 49,3% mais alto que as 83,6 mil novas ocupações formais abertas nas capitais e áreas metropolitanas desses mesmos locais. A maior oferta de trabalho com carteira assinada tem sido explicada pelo crescimento econômico. Já a descentralização não é um fenômeno novo. Ela tem seguido a lógica das empresas de buscar locais alternativos para se instalar. Mas, os resultados de alguns setores, como o agropecuário, reforçam essa tendência.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.