Clodoaldo Nascimento conta como está entre as 10 maiores franquias de idiomas do país

Redação 12/07/2018
Redação 12/07/2018

Sou carioca, nascido no bairro de Santa Cruz, zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, filho de uma mãe dona de casa e de um pai soldador.
Acho que minha maior sorte foi ter aprendido desde cedo a diferença entre simplesmente sonhar e transformar esse sonho em uma meta.
Na década de 90, com apenas 20 anos, eu já tinha acumulado experiência de gente grande como vendedor. Tudo foi muito rápido e, para quem chegou a pensar em desistir de atuar na área comercial, consegui tirar o melhor proveito das dificuldades. Nessa época, fui convidado para ser gerente comercial da Yes! Idiomas, curso que já estava havia 18 anos no mercado, mas até então não havia profissionalizado a sua área de vendas.
Apesar das dificuldades, esse período foi especialmente importante, pois tive a oportunidade de conhecer o fundador da Yes!, professor Carlos Diogo, além de conviver e trabalhar com ele. Nessa época, a Yes! reunia uma média de 40 unidades em todo o Brasil, que funcionavam como concessionárias licenciadas para usar a marca. Cada unidade mantinha administração própria e uma equipe de vendas exclusiva, mas era obrigada a utilizar o método de ensino e o material didático da Yes!. Mensalmente eram realizados campeonatos de vendas entre as unidades, e me orgulho de dizer que fui campeão nos sete meses seguidos em que gerenciei a área comercial das unidades de Bangu e Campo Grande.
Meu próximo passo foi, juntamente com um sócio, abrir a minha própria unidade da Yes! Idiomas, em Petrópolis, cidade serrana no estado do Rio de Janeiro. Após 3 anos e diante do sucesso da primeira escola, eu e meu sócio resolvemos abrir uma nova concessionária, desta vez na cidade mineira de Juiz de Fora.
Tudo ia bem quando fomos surpreendidos pela notícia da morte repentina do fundador da Yes! Idiomas.
Diante das dificuldades financeiras, os herdeiros começaram a vender algumas unidades próprias do curso. E as primeiras unidades oferecidas a mim e ao meu sócio foram Santa Cruz e Campo Grande. De imediato, sabíamos que não poderíamos perder essa oportunidade, mas não tínhamos dinheiro suficiente. Foi nesse momento que admitimos mais uma pessoa na sociedade e passamos a ser proprietários de quatro escolas Yes! Idiomas.
Por questões logísticas, decidimos vender a unidade de Juiz de Fora e em seguida adquirimos a filial de Bangu. Pouco tempo depois, por conta do aumento das atividades nas demais unidades, também tivemos que abrir mão da unidade Petrópolis.
Em 1998, eu e meus sócios fomos convidados a assumir a unidade Méier. Como a unidade era tida até então como a matriz da Yes! Idiomas, o convite tinha em sua origem a necessária venda da marca. Se não assumíssemos, a empresa certamente seria fechada. 
Assumimos o desafio e começamos um mutirão em família para modernizar a escola do Méier. O mesmo mutirão foi montado para revitalizar outras unidades que adquirimos nos anos seguintes: Vila Valqueire, Realengo e Madureira.
Com o passar do tempo, começamos a dar uma tenção especial não somente à área comercial mas também a planejar alguma ações de publicidade. Começamos com um outdoor e depois pensamos em fortalecer a marca. Fizemos parceria com jornais, lançamos promoções, reformulamos o material didático, entre outras ações.
Em 2004, muitas mudanças aconteceram. Eu assumi integralmente o comando. Nessa mesma época, filiei-me à Associação Brasileira de Franchising (ABF) e contratei uma consultoria empresarial para formatar e profissionalizar a rede de franquias. A partir disso, fui desafiado a recomeçar praticamente do zero. A mudança afetou várias áreas da empresa. Antes de adotarmos o sistema de franquias, tínhamos 27 concessionários. Com a formatação do novo sistema, ficamos somente com 17 franqueados. O processo passou ainda por uma alteração na identidade visual da empresa, refletindo a nova fase do negócio.
O sistema de franquias foi determinante para o crescimento da Yes! idiomas, e a prova disso foi o prêmio de melhor franquia de idiomas do Brasil que conquistamos em 2007 e as chancelas de franquia 5 estrelas recebidas nos anos subsequentes. Além disso, sob a minha batuta, a Franqueadora da Rede Yes! passou de cinco a cem funcionários – e os professores e os coordenadores pedagógicos são reciclados e capacitados a cada seis meses.
Com cerca de 50 mil estudante, a YES! Idiomas está entre as 10 maiores escolas de idiomas do Brasil. A YES! tem, atualmente, 150 unidades em funcionamento em 16 estados do país, com a expectativa de alcançar a marca de 200 escolas em 2018.

PARTICIPE DO EU, EMPREENDEDOR. CLIQUE NO LINK WWW.EMPREENDEDOR.COM.BR/PARTICIPE E COMPARTILHE SUA HISTÓRIA.

Veja mais sobre Eu, Empreendedor.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.