Com vendas em queda, fabricantes de veículos aceleram lançamentos

redacao 19/04/2012
redacao 19/04/2012

GM começa a vender em junho seu compacto premium Sonic, sendo que a previsão inicial era de que o carro chegaria somente no fim do ano; a Ford promove o novo EcoSport com festão na Bahia

O recuo nas vendas de veículos novos no mercado brasileiro neste ano, o primeiro após longo período de altas consecutivas, não alterou o programa de lançamentos das montadoras. Algumas delas estão até antecipando anúncios e apresentação de novidades.

A General Motors, que previa iniciar as vendas do Sonic no fim do ano, anunciou ontem que o compacto premium chegará ao País em junho. A Ford promove neste fim de semana festão na Bahia para mostrar o novo EcoSport, embora as vendas só vão começar no segundo semestre.

Inicialmente, a GM trará o Sonic da Coreia do Sul, pagando 35% de Imposto de Importação (II) e 30 pontos porcentuais a mais de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), o que pode tirar um pouco da atratividade do modelo em termos de preço. Mas os planos do grupo americano são de produzir o compacto no México a partir do fim do ano, de onde o Brasil passaria a ser abastecido.

A versão mexicana não pagará II, nem IPI maior, mas entrará numa cota a ser destinada para a GM nas próximas semanas, conforme define o novo acordo automotivo entre os dois países. A ideia inicial era que o modelo tivesse preço na casa dos R$ 50 mil, faixa intermediária entre os recém-lançados Cobalt e o Cruze, ambos nacionais.

O Sonic é o único modelo considerado subcompacto nos Estados Unidos em produção naquele país. Foi lançado em 2011 e apresenta bons resultados de vendas. Na lista de novos produtos da GM para este ano estão também a nova Blazer (derivada da S10) e o compacto que deve substituir o Prisma, por enquanto chamado de Projeto Ônix.

Axé. A Ford, que em janeiro mostrou um protótipo do novo EcoSport em Brasília, volta a mostrar o utilitário, dessa vez na Bahia, onde será produzido e, segundo a empresa, na versão definitiva. A apresentação será em um dos cartões postais da capital Salvador, o Farol da Barra, em evento público com participação do cantor Carlinhos Brown e do grupo Timbalada.

O modelo global desenvolvido no Brasil só chegará às lojas no segundo semestre. O primeiro evento de apresentação ocorreu paralelamente à exibição do veículo no salão do automóvel da Índia. O segundo ocorre em paralelo ao salão da China, onde será mostrado. Os dois países produzirão o EcoSport.

A GM informa que o lançamento do Sonic será feito via mídia digital, por meio de um jogo virtual em que participantes concorrem a um modelo.

"Antecipar anúncio de lançamento é uma forma da empresa mostrar ao mercado que não está parada, que prepara novidades", diz o diretor da consultoria ADK, Paulo Roberto Garbossa. "É uma tentativa convencer o consumidor a não comprar o veículo da concorrência e aguardar um pouco. É adotada principalmente quando a marca está perdendo mercado".

A participação da GM no mercado de automóveis e comerciais leves neste mês está em 15,9%, e a da Ford em 9,8%, ambos índices baixos em relação à média dos últimos anos, na casa dos 20% ( GM) e de 10% (Ford).

A Citroën lança hoje o compacto de luxo francês Ds3. A Volkswagen também prepara o lançamento do Gol geração V na versão com duas portas. No primeiro trimestre, a marca deixou escapar a liderança do Gol (mantida há 25 anos) para o Fiat Uno. A posição foi reconquistada na primeira quinzena de abril, com vendas acumuladas no ano de 69.948 unidades, ante 68.260 do Uno. Além de ter reduzido o preço do modelo – ação adotada por várias marcas nas últimas semanas – a Volkswagen partiu para estratégia ousada. Tirou da Fiat (a peso de ouro, segundo fontes do mercado), o diretor de vendas Hilário Soldatelli, que estava no grupo há 25 anos.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.