Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Comércio dispõe de novas ferramentas de consulta e análise de crédito

redacao 24/11/2011
redacao 24/11/2011

SPC Brasil apresentou em Fortaleza as novas "armas" de que as empresas dispõem para conceder crédito e ampliar as vendas com segurança

A expansão da economia e o consequente aumento da renda do brasileiro, nos últimos anos, alterou o comportamento e incrementou o consumo de cerca de 30 milhões de pessoas, que migraram das classes sociais E e D, para a C e desta para a B. Nesse novo cenário e com "um mundo" de pessoas às suas portas, o comércio varejista busca novas ferramentas de consulta e análise de crédito, como forma de melhor conhecer o potencial e o perfil de consumo do novo contingente de compradores.

"Quem são, o que consumiam, o que querem consumir, quanto e como podem pagar? São perguntas que ainda precisamos conhecer as respostas", destacou o gerente de Negócios do SPC Brasil, Ronaldo Guimarães, ao apresentar na noite de ontem, em Fortaleza, as novas "armas" de que as empresas dispõem para conceder crédito, ampliar as vendas com segurança e elevar os lucros.

"Collection score"

A partir do "Behavior Score", ou da análise de comportamento e do histórico de consumo da clientela, explica Guimarães, as empresas já podem conhecer melhor o perfil de cada consumidor, seja pessoa física ou privada, reduzindo os riscos das vendas. Na outra ponta, sinalizou o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza(CDL), Freitas Cordeiro, em breve o lojista irá dispor do "collection score", uma nova ferramenta de avaliação, que lhe permitirá saber quem são os potenciais pagadores em uma carteira de devedores. "Acreditamos que em 15 dias, ela estará disponível", sinalizou Cordeiro.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.