Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Comércio eletrônico ainda vai crescer muito no Brasil, diz Eduardo Lara

redacao 12/12/2011
redacao 12/12/2011

 Fundador da filial brasileira do site MeQuedoUno diz que a crise externa não afeta as vendas pela internet no mercado nacional

Foi durante uma viagem para Barcelona que o paulistano Eduardo Lara foi surpreendido por uma proposta irrecusável: comandar a filial brasileira do site de comércio eletrônico Me Quedo Uno, criado em 2009 por executivos espanhóis. Com passagens pela Portugal Telecom e pela Rede Zacharias de Pneus, o executivo, de 42 anos aceitou o desafio, de olho no potencial do mercado nacional e no formato inovador do site. "É um negócio interessante, que foge do modelo de compras coletivas. Não oferecemos serviços, apenas produtos, com até 70% de desconto. As ofertas duram apenas um dia"

A estratégia tem tudo para dar certo em terras brasileiras e Lara traça planos ambiciosos. "O nosso consumidor ainda está se habituando às compras pela internet. Esse mercado ainda vai crescer muito por aqui. Desde que fundamos a filial em São Paulo, há 5 meses, estamos crescendo 50% ao mês. Nesse ritmo vamos superar, ainda em 2012, as operações da matriz espanhola, que tem 1,3 milhões de usuários," explica Lara. Depois a meta será expandir a atuação do site pela América do Sul, começando pela Colômbia.

Pra dar conta do recado, Eduardo trabalha 15 horas por dia e conta com o apoio dos funcionários. "O sucesso não é pessoal, é da equipe," diz o executivo, que reclama da burocracia enfrentada no Brasil na hora de abrir uma empresa. "É um processo estressante." Veja nos dois vídeos anexados a entrevista completa, na qual ele também fala sobre o desafio de conciliar a agenda de executivo com a criação dos dois filhos, de 6 e 9 anos.

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.