Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Comércio eletrônico deve faturar 36% mais em 2011

redacao 23/09/2011
redacao 23/09/2011

Previsão da Fecomercio-SP é de vendas no valor total de R$ 18,7 bilhões neste ano

O faturamento previsto para a venda de bens de consumo pela internet em 2011 no País é de R$ 18,7 bilhões, crescimento estimado de 36% em relação a 2010, segundo projeção da Fecomercio-SP. Para 2012, a previsão é de um volume de vendas 25% maior na comparação com 2011. Os dados foram apresentados pelo presidente do Conselho de Tecnologia da Informação para assuntos de E-commerce da Fecomercio-SP, Pedro Guasti, em evento realizado nesta manhã na sede da entidade, que debateu os gargalos de logística e o risco de apagão na época do Natal.

Conforme os dados da Fecomercio-SP, o Brasil conta hoje com 80 milhões de usuários de internet e, desses, 27 milhões de consumidores virtuais. O valor médio do tíquete de compra no País é de R$ 350, um dos maiores do mundo. O número de pessoas a comprar pela internet também aumenta em velocidade, com estimativa de 32 milhões de usuários para em 2011, o dobro relação a 2009.

Somente neste segundo semestre, 5 milhões de novos consumidores vão comprar pela internet. "Ainda há um espaço muito grande para crescer, com grande potencial para os próximos anos", afirmou Guasti, em nota distribuída pela entidade. "O mercado cresce cada vez mais, é promissor, mas sofre um entrave gigantesco: tributação", pondera.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.