Competitividade deve ser encarada por meio de preparação profissional

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

A resposta para a grande competitividade no mundo de negócios é: seja um profissional preparado. Isso significa inovar nos processos, melhorar e otimizar os já existentes e criar produtos e serviços que se diferenciem dos concorrentes e motivem os clientes a fazerem novos pedidos.

Para que tudo isso flua, é preciso saber escolher a empresa em que trabalha. "A arquitetura organizacional, as práticas e os procedimentos operacionais precisam ser moldados de forma a facilitar o trabalho, permitindo que o processo criativo esteja totalmente voltado ao cliente", diz o consultor do Insadi (Instituto Avançado de Desenvolvimento Intelectual), Dieter Kelber.

Todas as empresas de sucesso continuam investindo na preparação dos funcionários, pois o capital humano é, reconhecidamente, um grande diferencial de competitividade.

Liderança

De acordo com Kelber, os líderes precisam entender a importância de promover o treinamento contínuo, tanto técnico quanto comportamental, mas especialmente voltado à capacitação no entendimento dos negócios. "O processo educacional deve sempre se renovar, conforme forem surgindo novidades que agreguem valor ao cliente, e não deve se encerrar nunca".

Outro aspecto que precisa ser pensado pelas empresas, e colocado em ação pelos lidestores (união de líder e gestor), são as inovações na forma de lidar com a educação de adultos. "A inovação consiste, em grande parte, em saber fazer com que as pessoas evoluam frente a desafios reais por meio de formas diversificadas de aprendizagem".

O uso de perguntas, metáforas, raciocínio analógico, intuição e imaginação é essencial para mobilizar pessoas na superação de obstáculos e geração de algo novo, diferente e impactante.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.