Confiança da indústria diminui pelo sexto mês consecutivo, aponta FGV

redacao 30/06/2011
redacao 30/06/2011

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) diminuiu 2,5% de maio para junho deste ano, na sexta queda consecutiva, informou hoje (30) a Fundação Getulio Vargas (FGV). Segundo a fundação, na série com ajuste sazonal, o índice passou de 109,9 pontos, em maio, para 107,1, este mês, o menor valor desde outubro de 2009, quando atingiu 107 pontos.

O ICI é formado por dois indicadores: o Índice da Situação Atual (ISA) e o Índice de Expectativas. O Índice da Situação Atual caiu 3,5%, passando de 111,6 pontos, em maio, para 107,7, em junho. Dos três componentes do ISA, o que mais contribuiu para a queda foi o grau de satisfação das empresas com o ambiente atual dos negócios. A proporção das que consideram a situação dos negócios boa reduziu-se de 32,2% para 26,5%. Já a parcela das que consideram a situação fraca aumentou de 10,4% para 12,7%.

O Índice de Expectativas diminuiu 1,7% de maio para junho, passando de 108,3 pontos para 106,5, considerando-se o ajuste sazonal. A perspectiva para o emprego industrial apresentou redução de 3,1% no período. Das 1.146 empresas consultadas pela sondagem, 30,2% disseram que pretendem ampliar o quadro de pessoal entre junho e agosto e 11,3% pretendem reduzi-lo neste período. Em maio, os percentuais tinham sido de 32,8% e 10,1%, respectivamente.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) ficou praticamente estável, passando de 84,4% em maio para 84,3% em junho.
 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.