Confiança do comércio cai 4,5% no trimestre, aponta FGV

redacao 09/12/2011
redacao 09/12/2011

De acordo com a FGV, o resultado sinaliza a continuidade da desaceleração do setor.

A confiança do comércio brasileiro recuou 4,5% nos últimos três meses encerrados em novembro, ante o mesmo período do ano passado, aponta a FGV (Fundação Getulio Vargas). A queda é a maior desde de maio –quando começaram as comparações em bases trimestrais.

O Índice de Confiança do Comércio médio do trimestre ficou em 131,0 pontos, contra 137,2 pontos em 2010. De acordo com a FGV, o resultado sinaliza a continuidade da desaceleração do setor.

No varejo restrito, houve queda de 4,6% do índice de confiança entre setembro e novembro (136,4 pontos) em relação ao do mesmo período do ano anterior (143,1).

O varejo ampliado –que inclui Material para Construção e Veículos, motos, partes e peças– registrou recuo de 5,6% no mesmo período.

Segundo a FGV, a queda no conceito ampliado foi novamente influenciada pelo segmento de Veículos, motos, partes e peças, com redução de 10,3%, enquanto em Material para Construção a taxa ficou em -5,7%.

A pesquisa aponta ainda que entre outubro e novembro houve piora em 10 dos 17 segmentos pesquisados.

SITUAÇÃO ATUAL

O Índice de Confiança é dividido em dois outros indicadores: o Índice da Situação Atual, que recuou 6,5% no último trimestre; e o Índice de Expectativas, cuja queda foi de 3%.

Na média do trimestre, 23,3% das empresas avaliavam a demanda atual como forte e 16,8% como fraca. Para as vendas futuras, 64,2% das empresas consultadas projetaram aumento no trimestre seguinte e 7,3% redução.

 

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.