Construção de casas ecológicas diminui problemas ambientais

redacao 19/02/2014
redacao 19/02/2014

A construção civil consome 75% de todos os recursos naturais e 44% da energia produzida no país, segundo relatório sobre a gestão da sustentabilidade na construção civil, divulgado pela Fundação Dom Cabral no segundo semestre de 2013. O setor, no entanto, é peça fundamental no desenvolvimento do Brasil, representando 8% do PIB. O que fazer para reverter esse cenário e tirar o segmento do papel de vilão ambiental?

Simples: construindo casas ecológicas. Enquanto as edificações tradicionais representam 30% de toda a emissão de gases do efeito na atmosfera, segundo a UNEP (United NationsEnvironmentProgramme), a construção de imóveis ecológicos reduz em 80% a difusão de poluentes. Isso ocorre porque elas são levantadas com madeira de reflorestamento que, para serem produzidas, captam 1,8m³ de gás carbônico da atmosfera – é uma cultura sustentável, que não tira nada da natureza.

 Construção

Há diversos diferenciais na construção da casa ecológica que colaboram com o meio ambiente. Quando industrializadas, as paredes já saem de fábrica com instalações elétricas e hidráulicas — prontas para receber acabamento –, o que facilita a execução. A matéria-prima fica no local da indústria e poucos materiais são armazenados em obra. Diferente dos projetos de sistema de alvenaria convencional, esse tipo de casa ecológica tem planejamento computadorizado, o que torna o desperdício de materiais quase nulo.

 As etapas da obra são independentes, o que impede que erros em etapas iniciais se propaguem pelo restante da obra. Com uma condutividade térmica 16 vezes menor que a alvenaria, o wood frame (casa de madeira), por exemplo, praticamente dispensa climatizadores, o que economiza energia elétrica e aumenta o conforto do usuário.O planejamento e a montagem racional ocasionam uma redução de 80% na produção de entulho, que chegam a representar 50% de todos os resíduos sólidos produzidos pelas grandes cidades.

Economia 

Além disso, com o wood frame a economia energética é estimada em até 80% ao longo da vida útil da edificação. Intempéries — como ventos e chuva — não afetam a edificação, pois a tecnologia é testada sob chuva e ventos de até 180km/h. Os painéis utilizados nesse tipo de construção são resistentes ao fogo, pois o isolamento de gesso acartonado impede o acesso das chamas aos materiais inflamáveis. A madeira recebe tratamento contra cupins, brocas e outros insetos xilófagos, além de tratamento contra fungos (apodrecimento).

Franquia de casas ecológicas

 Acompanhando as necessidades do mercado, a Casas Kurten, empresa paranaense com mais de 30 anos na área de construção de casas emwood frame, lançou a primeira rede de franquias de casas industrializadas e ecológicas do Brasil. A ideia é levar esse conceito, que nos Estados Unidos já é usado em 95% das construções, para os quatro cantos do nossopaís.

Os investimentos para se tornar um franqueado da Kurten Franchising giram em torno de R$ 280 mil, o que inclui taxa de franquia (R$ 70 mil), instalação (R$ 40 mil), capital de giro (R$ 80 mil e R$ 150 mil), além de royalties (7%).

Em seu blog institucional (www.casaskurten.com.br/blog), o Grupo Kurten oferece mais detalhes sobre essa franquia inédita no Brasil. 

1 Comentário

  • ANTONIO J A O FEITOSA20 de fevereiro de 2014

    EM LOCAIS QUENTES COMO ESTADO DO TOCANTINS, TEVE BOA ACEITAÇÃO

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.