Consumidor 5.0: sua empresa está preparada para atendê-lo?

Imediatista, adepta das comodidades da tecnologia e com foco no relacionamento e posicionamento das marcas, nova geração de clientes traz desafios para gestores

Redação 13/06/2018
Redação 13/06/2018

Nunca se falou tanto em gerar engajamento para os negócios. E o termo, utilizado para descrever ações de aproximação entre empresas e clientes, criando uma relação duradoura entre as pontas, chega junto com um novo perfil de cliente: o consumidor 5.0. Conectado, ele busca comodidade e dá prioridade a marcas que estejam alinhadas ao seu propósito. De acordo com o consultor empresarial Roberto Vilela, o grande desafio dos gestores é proporcionar a este público uma junção de produtos de qualidade, atendimento de alto padrão e preço interessante.

“Não é fácil garantir sucesso nestes quesitos. Uma das questões que chamam a atenção é o crescimento das compras online, o que evidencia a procura por facilidade. Segundo o Ebit, só em 2017 foram movimentados mais de R$ 47 bilhões nestas plataformas. Para competir com a compra de sofá, é preciso ter uma estratégia certeira”, avalia o consultor.

Roberto destaca três questões que precisam ser observadas pelas empresas que queiram atrair o consumidor 5.0:

1 – Use a tecnologia a seu favor: foi-se o tempo em que site responsivo e e-mail de contato eram canais suficientes. “Esteja nas redes sociais, nos aplicativos de mensagens instantâneas. Não só para marcar presença, mas para, de fato, interagir com o consumidor, responder dúvidas, avaliar melhorias, atender rapidamente. Se possível, conte com uma equipe especializada no marketing digital para que a interação por meio destes canais seja eficaz”, destaca.

2 – Relacionamento é tudo: entender o seu cliente e as necessidades dele é o primeiro passo para o sucesso das vendas. “Entregue mais do que um produto ou serviço. Quando uma pessoa escolhe a sua empresa, tenha em mente que abriu um canal importante para um relacionamento de longo prazo. Invista no pós-venda, no contato por diferentes canais, no bom senso na oferta, sempre levando em consideração as preferências do cliente”, comenta.

3 Tenha um posicionamento claro: e não tenha vergonha de falar dele. “As pessoas consomem, cada vez mais, por identificação. Muitas vezes ela até poderia ter acesso a um produto mais barato que o seu, mas preferem comprar da sua empresa por conta do impacto que ela causa na comunidade em que está inserida”, reforça o consultor.

Por fim, Roberto ainda indica o investimento no treinamento das equipes. Para ele, entender o propósito da empresa é o primeiro passo para que os profissionais possam atuar de forma eficaz, atingindo o público-alvo com abordagens precisas e canais qualificados.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.