Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Conversa no ambiente de trabalho ajuda na integração dos profissionais

redacao 27/01/2011
redacao 27/01/2011

Trabalhar em um ambiente barulhento pode ser prejudicial ao desenvolvimento das atividades. Em contrapartida, um local muito silencioso também pode incomodar alguns profissionais.

Segundo a psicóloga Eliane Figueiredo, diretora-presidente do Projeto RH, consultoria especializada em gestão de pessoas, a conversa no ambiente de trabalho pode ajudar na integração da equipe e tornar o trabalho menos estressante. Mas é fundamental que exista um limite.

“O limite é tênue. É importante ter bom senso. O profissional não pode achar que está em uma happy hour. Existem horários mais adequados, como no momento de tomar um café. As conversas também são comuns na segunda-feira, devido ao final de semana, ou na volta do almoço”, diz.

Papel do gestor
Já a headhunter da Global Network Soluções em Carreira, Rossana Ercole, acrescenta que o limite de conversa no trabalho deve ser estipulado pelo líder. “Não existe um limite certo. Ele é determinado pela empresa. É possível perceber se o profissional é "tagarela” no processo seletivo. Geralmente, os gestores têm problemas relacionados à conversa com equipes mais jovens e imaturas”, explica.

De acordo com a especialista, a conversa é considerada prejudicial, quando o rendimento da equipe diminui ou os profissionais deixam de executar suas tarefas. Por isso, assuntos como religião, política e futebol têm de ser evitados, já que geram discussão e desconcentram as pessoas.

Disposição da equipe
Para incentivar ou inibir a conversa no ambiente de trabalho, Elaine explica que as empresas analisam a disposição dos funcionários nos espaços.

Esta escolha pode estar relacionada com a área em que o profissional atua, por exemplo, no comercial e no marketing, departamentos em que as pessoas ficam mais próximas, para poderem trocar mais informações. Já na área financeira, em que há necessidade de mais concentração, os profissionais ficam mais distantes.

Se, mesmo com a interferência da empresa ou do gestor, a conversa incomodar, é aconselhável que a pessoa peça ao seu colega de trabalho falar mais baixo ou procurá-lo para conversar em outra hora. "Se for necessário, é importante alertar, mas sempre com educação", finaliza Elaine.
 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.