Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Cooperativa de crédito é alternativa de solução financeira

redacao 28/10/2013
redacao 28/10/2013

Número de associados no Brasil ultrapassou os 5,5 milhões no mês de julho

Por trabalharem com juros mais baixos do que a maioria dos bancos, as cooperativas de crédito são essenciais na inclusão financeira. Elas fomentam o desenvolvimento empresarial, a geração de emprego e renda, além de oferecem outros serviços financeiros. Segundo relatório da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), em 2012, a participação das cooperativas de crédito no Sistema Financeiro Nacional foi de 2%. No mesmo ano, o ramo de crédito registrou 4,9 milhões de associados, e, em julho de 2013, esse número chegou a cerca de 5,5 milhões.

Sérgio Vieira, gerente de Acesso a Serviços Financeiros do Sebrae em Alagoas, afirma que a instituição trabalha o tema por meio do desenvolvimento do programa Disseminando Boas Práticas entre Cooperativas de Crédito de Micro e Pequenas Empresas, que tem como objetivo promover, com a realização de palestras, intercâmbio técnico entre as cooperativas que atuam com esse público.

O gerente ainda destacou a importância da criação da Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Empresários da Região Metropolitana do Agreste Alagoano (Sicoob), que, mesmo em andamento, já conta com 104 cooperados e atenderá 20 municípios próximos a Arapiraca. “Essa cooperativa será essencial para atividades ligadas ao comércio e indústria, tanto de Arapiraca como das regiões circunvizinhas”, afirma Sérgio.

De acordo com Wilton Malta, presidente da Sicoob Agreste Alagoano e do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFEPD Alagoas, a cooperativa iniciará suas atividades no dia 16 de dezembro apenas para os cooperados, que poderão abrir conta e registro. Para o público em geral, apenas no mês de janeiro de 2014. “Com o início da cooperativa, que teve a adesão maciça dos empresários com interesse por informações, inicia-se uma nova cultura que ainda não existe no interior. É como se o empresário comprasse na sua própria empresa”, acrescenta Wilton Malta.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.