Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Copom se reúne pela terceira vez no ano para avaliar taxa básica de juros

redacao 19/04/2011
redacao 19/04/2011

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) inicia hoje (19) a terceira reunião do ano para avaliar o cenário macroeconômico interno e externo, bem como seus efeitos na inflação que ameaça ultrapassar o teto de 6,5% estabelecido pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

O centro da meta de inflação é de 4,5%, com possibilidade de variação de 2 pontos percentuais para cima ou para baixo. Mas, como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que baliza as correções oficiais, acumulou inflação de 6,3% nos últimos 12 meses encerrados em março, os indicativos são de que o IPCA ultrapasse o teto da meta no segundo trimestre, devendo recuar um pouco até o fim do ano.

De acordo com o boletim Focus, divulgado ontem (18) pelo Banco Central, o recuo deve ser pequeno. Resultado de pesquisa com uma centena de analistas financeiros da iniciativa privada, feita na última sexta-feira (15), o boletim indica inflação de 6,29% neste ano, podendo recrudescer no início de 2012 por causa do reajuste de 13,08% no salário mínimo, que passará dos atuais R$ 545 para R$ 616,34, de acordo com a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) encaminhada pelo Executivo ao Congresso Nacional na semana passada.

O colegiado de diretores do BC analisará todas as implicações econômicas do combate à inflação, no encontro de hoje e de amanhã (20), quando divulgará sua decisão depois de encerrado o expediente do mercado financeiro. A maioria dos analistas estima que a Selic atual, de 11,75% ao ano, será aumentada para 12,25%, como informa o boletim Focus.

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.