Última edição Edição 263 March 2017 Assine

Cresce procura de empreendedores por cursos a distância

redacao 08/10/2013
redacao 08/10/2013

Só em 2013, mais de 400 mil pessoas se matricularam na modalidade, que alia economia à qualificação

Empreendedores estão buscando cada vez mais os cursos a distância do Sebrae para se capacitarem de forma flexível, gerando economia de custo e tempo que dispõem à frente dos seus negócios. Ao longo dos cinco primeiros anos de implementação desse projeto de ensino, criado em 2001, 370 mil matrículas foram registradas. E, em 2013, já são 485 mil pessoas matriculadas em um dos 31 cursos gratuitos oferecidos pelo portal de Educação a Distância, o que representa um aumento de 23% só neste ano.

Os cursos a distância mais procurados são o Aprender a Empreender e o Iniciando um Pequeno Grande Negócio, ambos voltados aos interessados em abrir um negócio ou buscar noções básicas de como gerir um empreendimento. Nos últimos quatro anos, o índice de conclusão dos cursos foi, em média, de 70%.

O ensino a distância tem sido uma opção prática para empreendedores que podem adequar o aprendizado aos seus horários livres ou quando a carga de trabalho é menor. Sem contar que não há necessidade de um local específico para estudo e o acesso à ferramenta pode ser feito de qualquer lugar com conexão à internet.  Além disso, o aluno tem a possibilidade não só de ter suas dúvidas respondidas por tutores capacitados pelo Sebrae como também de compartilhar e participar da experiência de outros empreendedores por meio de fóruns de discussão.

“A importância do curso a distância é qualificar os profissionais para que aumentem sua produtividade e tragam mais resultados para a empresa. Vale destacar que oferecemos cursos on line e presenciais e qualquer uma dessas modalidades é igualmente importante na qualificação do profissional. São formas diferentes de atingir o mesmo objetivo”, explica Luiz Barretto, presidente do Sebrae.

Muito além da comodidade, há quem procure a modalidade a distância por se identificar com a metodologia aplicada, por exemplo. É o caso de Ingrid Nogueira Cardoso, de São Paulo. Com um filho pequeno, ela conseguiu gerir seu próprio tempo, concluir os estudos em momentos oportunos e absorver melhor o conteúdo graças à troca de experiência com outros empreendedores. “O material é bem prático e a linguagem é de fácil compreensão. Qualquer pessoa que nunca teve contato com o empreendedorismo, como eu, consegue assimilar as noções básicas e utilizá-las no dia a dia”, destaca.

Ingrid concluiu neste ano o curso Apreender a Empreender e se prepara para abrir uma loja virtual de perfumes importados. Para isso, pretende recorrer ao projeto 1º E-commerce, parceria do Sebrae e MercadoLivre, que permite a criação de um site gratuitamente.

Referência nacional

A experiência de 12 anos com o Portal de Educação a Distância permitiu ao Sebrae ampliar o número de alunos ao longo do tempo. Em janeiro deste ano, o portal foi renovado e passou a operar com acesso imediato, vagas ilimitadas e tutoria disponível a todos os interessados. Com isso, a instituição se tornou pioneira na oferta contínua de cursos gratuitos a distância em todo o país. No início de 2013, o projeto de Ensino a Distância do Sebrae  ganhou o Prêmio Learning & Performance Brasil 2013/2014.

Os cursos contam com material didático virtual e vão desde módulos básicos com formações conceituais a temas mais avançados e específicos. Além do Apreender a Empreender e do Iniciando um Pequeno Grande Negócio, os cursos a distância do Sebrae mais procurados pelos empreendedores são o de Análise e Planejamento Financeiro, Microempreendedor Individual e Modelo de Excelência em Gestão.

1 Comentário

  • Isabel12 de maio de 2014

    Ola boa noite!!! Realmente os cursos fornecidos pelo Sebrae sao otimos eu ja participei de alguns e adorei … Estou entrando no ramo dos MEI e foi através dos cursos que absorvi muito nos cursos…

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.