Criadora da mesa digital é finalista de um dos maiores concursos em empreendedorismo

Startup Playmove está entre os dez negócios da América Latina selecionados para a semifinal do Global Edtech Startup Awards, que acontece no dia 18 no México

Redação 10/11/2017
Redação 10/11/2017

Uma iniciativa liderada por organizações do mundo inteiro reconhece anualmente as melhores startups na área da educação. O Global Edtech Startup Awards é um dos principais concursos de empreendedorismo dentro deste setor e neste ano tem uma empresa brasileira entre as semifinalistas. É a Playmove, de Blumenau (SC), que desenvolve a PlayTable, mesa digital interativa e multidisciplinar com jogos educativos para escolas e que também auxilia no tratamento de crianças com dificuldades motoras e de aprendizagem.

No dia 18 de novembro a empresa participa, junto com os outros nove negócios pré-selecionados da semifinal do concurso, que acontece em Monterrey, no México. As duas primeiras colocadas serão as representantes do continente na edição mundial desta edição, que acontece em janeiro, em Londres, na Inglaterra.

Marlon Souza, CEO da Playmove, diz que a indicação é um reconhecimento do trabalho da empresa. “Este é mais um fato relevante que nos consolida e mostra que estamos no caminho certo, empreendendo em uma área que precisa de inovação e fazendo a diferença para escolas, instituições de saúde e crianças de todo o Brasil”, diz.

Atualmente a PlayTable está presente em mais de 800 entidades em todo o país e neste ano começou a ser exportada para os Estados Unidos, Europa e países árabes. Além dos games, o console disponibiliza também livros digitais que trazem também versões em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais), que facilitam a inclusão de crianças com deficiências auditivas no ensino regular.

O Global Edtech Startup Awards teve origem em Israel em 2014 e hoje é liderada por organizações de todo o mundo, como as incubadoras de startups da área educacional MindCET (Israel) e a Open Education Challenge (UE). O objetivo é identificar, destacar e reconhecer as startups mais promissoras em Educação e Tecnologia em todo o globo. Este ano são aproximadamente 600 negócios participantes, de 70 países diferentes, dos quais são selecionados 2 representantes de cada continente.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.