De professor a sócio de rede de ensino

Jefferson Vendrametto deixou a sala de aula para cuidar da padronização da rede e contato com franqueados

Redação 16/07/2018
Redação 16/07/2018

Nasci no Paraná, mas ainda na adolescência me mudei para Ourinhos (SP) para cursar Análise de Sistemas na FATEC. Em 1994, foi inaugurado na cidade o CEBRAC (Centro Brasileiro de Cursos), rede de ensino profissionalizante, e eu comecei a lecionar lá, nos cursos de contabilidade, secretariado e informática.

Três anos depois, passei em um concurso de um grande banco e minha rotina se tornou ainda mais intensa: trabalhava durante o dia e dava aulas no CEBRAC no fim de semana, pois ainda estava estudando e tinha aulas à noite. Fiz isso durante um ano.

No final de 1997, surgiu a possibilidade de abrir uma unidade do CEBRAC. Wilson Giustino, fundador da rede, passou a permitir a abertura de escolas licenciadas e abri uma unidade em Botucatu, ao lado de Luciane, minha esposa, que foi a primeira professora do CEBRAC.

Com o sucesso da escola, que sempre teve no DNA a preocupação com a formação ampla no aluno, abordando, além de conhecimentos teóricos, questões de desenvolvimento pessoal, preparando os alunos do ponto de vista comportamental e aprimorando sua postura profissional e empreendedora, abrimos no ano seguinte uma unidade em Ribeirão Preto. No ano 2000, veio Jaú e, em 2002, Araraquara.

Em 2003, a rede estava crescendo muito e Giustino decidiu converter o CEBRAC em uma rede de franquias. Como eu já havia realizado a padronização das minhas quatro unidades, fui convidado a ser sócio da rede e ajudar com a padronização de toda a rede.

Hoje, o CEBRAC já ultrapassou a marca de 100 unidades e já formou mais de 2 milhões de alunos. Oferecemos cursos de Assistente Administrativo, Inglês, Farmácia, Cuidador, Geração Web, Logística, Mecânica Industrial, entre outros.

http://www.cebrac.com.br/

PARTICIPE DO EU, EMPREENDEDOR. CLIQUE NO LINK WWW.EMPREENDEDOR.COM.BR/PARTICIPE E COMPARTILHE SUA HISTÓRIA.

Veja mais sobre Eu, Empreendedor.

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.