Desempenho regional do setor de franquias reforça interiorização

Marcas estão do olho em cidades com menos habitantes como nova forma de expansão

Redação 21/08/2017
Redação 21/08/2017

No segundo trimestre deste ano, em termos de faturamento, a ABF – Associação Brasileira de Franchising, observou pequenas variações nas participações das redes de franquias por regiões e estados brasileiros.

Em 2017, a região Sudeste concentrou 58,9% do faturamento do setor, porcentagem levemente menor que os 59% em 2015. Porém o maior crescimento foi registrado na região Norte, atualmente com 4,9%, perante 3,8% em 2015.

Por outro lado, número de unidades, o estudo aponta que houve aumento da participação das regiões Nordeste, Centro-Oeste e Norte no franchising brasileiro, reforçando a tendência de interiorização das redes de franquias pelo país.

Ainda segundo a ABF, o movimento de interiorização das franquias iniciou-se em 2015, tendo apresentado crescimento em 2016, quando o franchising chegou a 2.321 dos 5.570 municípios brasileiros, registrando sua presença em 42% do território nacional.

Para Altino Cristofoletti Junior, presidente da ABF, “esses dados indicam mais uma vez que o franchising tem saído de sua zona de conforto e buscado mercado fora dos grandes centros, especialmente no interior. Isso é positivo para o setor, pois explora melhor o potencial da economia brasileira, dirimindo riscos e ajudando a compensar a dificuldade encontrada em alguns grandes centros”.

 Oportunidade para novos negócios

Dentro desse cenário algumas redes de franquias estão de olho no interior como nova forma de expansão. A rede de franquias Spa das Sobrancelhas, com a crise, notou em municípios fora dos grandes centros urbanos necessidades de consumo que antes não existiam e assim os incluiu em seu mapa de expansão.

A marca acredita que as vantagens de investir em municípios de pequeno porte são muitas, entre elas, menor concorrência, custos mais baratos, além do desejo do consumidor local por grandes marcas. Com isso, o Spa das Sobrancelhas fortaleceu seu processo de expansão estratégica focada no interior de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Por isso, a empresa aposta no modelo de negócios de lojas com características que se adequam perfeitamente a este público. Neste formato, a loja possui visibilidade na rua, vitrine de produtos e duas opções para suas clientes realizarem o design de sobrancelhas e, demais serviços: ou na cabine ou na cadeira.

O primeiro projeto já instalado fica em Vassouras, no município do Rio de Janeiro, com menos de 36 mil habitantes e já apresenta bons números. Em seu primeiro mês, a unidade operou apenas 11 dias e conseguiu um ticket médio de R$74,80, 49% maior que o da média da rede em capitais. Já no mês seguinte, o faturamento da unidade cresceu 205%.

O Spa das Sobrancelhas conta com dois modelos de negócios: Loja e Quiosque. Neste primeiro formato, o investimento é a partir de R$ 87 mil e pode variar de acordo com o tamanho do espaço comprado. Nos quiosques, que têm foco nas vendas dos produtos e na possibilidade de experimentação dos mesmos, possuem valor de investimento a partir de R$ 108.000

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.