Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Dirigentes lojistas criticam alta nos juros e cobram ajuste fiscal

redacao 20/01/2011
redacao 20/01/2011

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) disse o aumento da taxa básica de juros (Selic) só foi necessário devido a falta de controle das contas públicas. “A alta da Selic seria desnecessária se o governo tivesse cumprido a promessa de fazer, em 2010, um forte ajuste fiscal, reduzindo gastos e o peso do Estado na demanda interna”, opinou a entidade, em nota.

Na primeira reunião do ano, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu ontem (19) aumentar em 0,5 ponto percentual a Selic, que passou para 12,25% ao ano.

Para o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, a alta desestimula os investimentos do setor privado e prejudica a formalização do mercado de trabalho. Na avaliação dele, as medidas de redução da oferta de crédito adotadas no final do ano passado seriam capazes de conter o aumento da inflação. “Caso fossem combinadas com uma série de cortes nos gastos de custeio da máquina pública”.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.