Donos de restaurantes ampliam lucro com redução de insumos, água e energia

redacao 16/09/2013
redacao 16/09/2013

Em Belo Horizonte, pequenas empresas participam de um projeto do Sebrae para reduzir os desperdícios e aumentar o lucro nos negócios. Os donos de restaurantes beneficiados pela iniciativa economizam em água, luz e matéria-prima e, como consequência, aumentam os ganhos finais. 

O projeto 5 menos que são mais atende a 11 empresas do estado. O restaurante da empresária Arlene Moreira, em Belo Horizonte, participa das ações desde dezembro do ano passado. Desde então, ela descobriu que durante o ano eram jogados no lixo R$ 25 mil. Para recuperar esse dinheiro, ela instalou lâmpadas econômicas, pintou o teto de branco e o ambiente ficou mais claro. As contas de água e luz do restaurante diminuíram. A lavagem da louça também mudou após o acompanhamento do Sebrae e agora economiza água e detergente.

Maior vilão nos restaurantes, o desperdício de matéria-prima também era frequente no estabelecimento de Arlene. Cerca de dez quilos de comida pronta iam fora diariamente. Hoje, ela oferece apenas três opções de carne, mas de melhor qualidade, e ainda tem mais lucro. 

O restaurante do empresário Carlos Alberto de Araújo também desperdiçava uma grande quantidade de alimentos antes de ingressar no projeto do Sebrae. Um levantamento apontou que 17 quilos de comida eram jogados no lixo por dia. Por isso, as mudanças começaram na cozinha.

Atualmente, a quantidade de comida é controlada; para economizar gás os pratos vão ao forno ao mesmo tempo e o óleo usado é trocado por produtos de limpeza, com uma empresa de reciclagem. A casa ganhou outro buffet e telhas translúcidas que economizam energia. Após todas as mudanças, o empresário comemora um aumento de 15% nos lucros e um faturamento de R$ 120 mil.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.