Em 2010, consumidor de baixa renda foi o que mais procurou crédito

redacao 10/01/2011
redacao 10/01/2011

Os consumidores de todas as classes econômicas procuraram mais crédito durante todo o ano passado. Contudo, aqueles incluídos na faixa inferior de renda foram os que aumentaram mais essa procura no período, aponta o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito, divulgado nesta segunda-feira (10).

Considerando os consumidores que recebem até R$ 500, a demanda por crédito subiu 46,3%. De acordo com os analistas da instituição, a diminuição da informalidade no mercado de trabalho em 2010 beneficiou, principalmente, os indivíduos de baixa renda, que passaram a dispor de maior acesso ao mercado de crédito.

Seguindo pela mesma tendência, a procura por crédito entre os que ganham de R$ 500 a R$ 1 mil apresentou avanço de 15,7% no indicador. Já entre os que recebem de R$ 1 mil a R$ 2 mil, essa demanda registrou alta de 10,6%.

Na outra ponta, os consumidores com ganhos acima de R$ 10 mil apresentaram elevação de 25,8% na demanda por crédito, ao passo que entre os que recebem de R$ 5 mil a R$ 10 mil, a alta foi de 27,9%.

O indicador mostra que, no período, os consumidores com renda entre R$ 2 mil e R$ 5 mil mensais registraram elevação de 17,8%. De modo geral, a demanda do consumidor por crédito registrou, em 2010, uma alta acumulada de 16,4%.

Outros comparativos
Já na comparação entre dezembro de 2010 e o mesmo mês de 2009, houve alta de 19,7% na demanda por crédito. A maior contribuição para o resultado veio, mais uma vez, da faixa de menor renda, de até R$ 500 mensais.

No período, esses consumidores elevaram em 71,2% a demanda por crédito. Na sequência aparece o segmento que recebe entre R$ 5 mil e R$ 10 mil por mês, no qual a procura por crédito aumentou 35,6%.

No mês, frente a novembro, a demanda por crédito ao consumidor cresceu 1,5% de modo geral. Nesta análise, os consumidores com renda de R$ 500 a R$ 1 mil foram destaque, ao apresentar aumento de 3,1% na demanda por crédito.

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.