Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Em nome da economia, empresas investem em reforma de equipamentos

Companhia oferece soluções diferenciadas seguindo os padrões determinados pela fábrica que permitem deixar o equipamento com o mesmo padrão de um novo

Redação 15/08/2016
Redação 15/08/2016

Em um ano no qual a economia tem apresentado um crescimento desacelerado, inflação preocupante e juros altos, as empresas investem em estratégias diferenciadas para reduzir as despesas do mês. Entre algumas das alternativas que têm conquistado organizações de segmentos de construção e mineração, por exemplo, são as reformas de equipamentos.

Uma companhia que se destaca por oferecer reformas de máquinas é a Sotreq, empresa com mais de 70 anos no mercado e uma das maiores provedoras de soluções, produtos e sistemas Cat® no Brasil. Por meio do Programa CCR (Caterpillar Certified Rebuild), a companhia oferece soluções diferenciadas seguindo os padrões determinados pela fábrica que permitem deixar o equipamento com o mesmo padrão de um novo.

“O objetivo da Sotreq é aumentar o portfólio de produtos para nossos clientes com soluções eficientes e sustentáveis. Neste padrão de reforma, cerca de 70% do material é reutilizado e, com as atualizações incorporadas, reduz o consumo de combustível e também diminui as emissões de poluentes do equipamento. A máquina é entregue como nova com um investimento consideravelmente menor”, descreve Wilson Nogueira, responsável pelo programa na Sotreq.

Entendendo o processo

As máquinas passam por uma criteriosa análise com o objetivo de identificar peças, sistemas e/ou componentes que serão recondicionados ou substituídos e para acrescentar atualizações de engenharia. “A reforma é extremamente abrangente. A máquina é deixada no Chassis onde são realizados testes de trincas, entre outros. São feitas análises criteriosas desde o Radiador até a cabine do equipamento. Após a conclusão, são realizados testes e inspeções para certificar que o equipamento esteja totalmente apto”, informa Denis Moreira, consultor de suporte ao produto da Sotreq.

Economia garantida

De acordo com Wilson Nogueira, economicamente falando, o programa é bem atrativo, visto que, dependendo da estratégia da própria empresa, é possível ter uma máquina com performance de novo com um investimento significativamente menor. “Para o cliente, existe o benefício de deixar o ativo renovado por um percentual bem menor. Já para a Sotreq, além de ser uma opção a mais no nosso portfólio de negócios, nos torna mais diferenciados em relação ao mercado”, avalia Nogueira.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.