Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Emissão de cartões private label cresce 10%, mas clientes reclamam do serviço

redacao 18/07/2011
redacao 18/07/2011

No primeiro semestre deste ano, foram emitidos no Brasil mais de 247 mil cartões de lojas, o que equivale a um aumento de 10% na comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com números da Abecs (Associação Brasileira de Empresas de Cartões e Serviços). O maior interesse pelo serviço, porém, não é sinônimo de satisfação total. Entre maio de 2010 e abril deste ano, o Sindec (Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor) registrou 20.497 reclamações relacionadas a problemas de consumidores com cartões private label.

Cobranças indevidas, mudanças na data de vencimento sem aviso prévio e taxas não previstas na hora da adesão são as queixas mais comuns. Quando não há parceria com instituições financeiras, esse tipo de cartão não está sujeito às novas regras do Banco Central, que passaram a valer no mês passado – entre elas, aparece o aumento do pagamento mínimo para 15% do valor da fatura. Para Marcelo Noronha, diretor de autorregulação da Abecs, 95% dos cartões do varejo já seguem as recomendações do Banco Central. “A maioria das lojas tem parceria com alguma instituição financeira. Mas sempre tem uma parcela de estabelecimentos que não obedece a proposta”, reconhece Noronha.

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.