Empreendedora troca arquitetura por loja de moda, criando as próprias peças

redacao 20/03/2014
redacao 20/03/2014

Apaixonada pelo mundo do design, Mônica Lebelson, que já era influenciada pela família, não pensou duas vezes antes de mudar do ramo da arquitetura para o mundo da moda. E foi na primeira edição da famosa feira Hype que nasceu a sua marca, assinada pelo nome de Zipper-Zipper. A empresária trabalha duro para expandir o negócio, que já conta com seis lojas, e pretende ainda neste ano aumentar o faturamento em 20%.

Ela acredita que vários diferenciais foram decisivos para o sucesso da rede de lojas. A escolha dos pontos comerciais foi um deles, que optou por endereços nobres no Centro do Rio de Janeiro. “O cliente de varejo é muito exigente, sabe o que quer, e no Centro temos uma clientela muito fiel, principalmente de executivas, que gostam de um atendimento personalizado e rápido, já que o tempo é pouco para as compras, diferente das lojas em shoppings e galerias da Zona Sul da cidade” explica.

E já que o cliente é uma peça-chave para o sucesso no comércio, a empreendedora faz questão de tirar deles a inspiração para criar suas coleções, planejadas e desenvolvidas por ela mesma, que só terceiriza a produção. “Gosto de estar sempre atenta às novidades, mas nem sempre elas são prioridades. Preocupo-me em seguir o estilo do meu cliente mesclando tendência com funcionalidade”. Sempre de olho nas passarelas, Mônica aposta para sua nova coleção na tendência que não sai de moda: O animal print, sem esquecer das flores, muito requisitadas para o verão, do jeans e do sempre presente Black & White.

Assim, em meio a muito esforço e dedicação, Mônica construiu e consolidou sua marca e se tornou um nome conhecido no universo feminino e no mundo da moda, mas continua exigente quando o assunto é sua carreira ou suas lojas. “Prefiro acompanhar tudo de perto, acredito que atenção e trabalho bem feito sejam os ingredientes fundamentais para conseguirmos alcançar nossas metas” afirma a empresária. http://zipperzipper.com.br/

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.