Empreendedores capixabas criam negócios que desafiam relações de consumo

Startups Zaitt e Shipp (uma delas um spin-off da outra) usam a tecnologia para propor uma dinâmica de compra mais atrativa

Redação 22/05/2018
Redação 22/05/2018

Geolocalização, comodidade, automação. Esses elementos estão cada vez mais no dia a dia e incentivando as pessoas a buscarem por produtos e serviços de uma maneira mais inteligente. Novas tecnologias como inteligência artificial e internet das coisas vem abrindo espaço para o surgimento de negócios que unem praticidade e desafiam as relações de consumo. Dois exemplos claros do que já está sendo chamada de revolução industrial 4.0 vêm de Vitória, Espírito Santo.

Cria-se a primeira loja 100% autônoma da América Latina

Em 2015, os capixabas Tomás Scopel, Rodrigo Miranda e Mário Miranda decidiram ao final da faculdade de Engenharia Mecânica na UFES decidiram duas coisas: a primeira que tinham grande desejo de empreender e a outra que já tinham um projeto e trabalhariam nele juntos. Assim nasceu a Zaitt, uma mescla de delivery de bebidas via aplicativo e um espaço para eventos e vendas nas proximidades. Três meses depois de desenvolvimento o engenheiro de petróleo Renato Antunes Jr, conheceu o projeto e entrou para o time de sócios.

As operações da Zaitt começaram em abril de 2016 e durante 1 ano e meio esse foi o modelo aplicado na startup. Até que foram enxergues dois gaps na operação: custo de aquisição de clientes e da própria manutenção de um delivery próprio. Surgiu então a ideia de se trabalhar o delivery como um grande marketplace parceiro de lojas físicas. Dessa forma fazia mais sentido, uma vez que os custos passaram a ser compartilhados com os fornecedores aproveitando também a ociosidade dos entregadores.

Novo negócio surge de necessidade – o que gera um spin-off

Foi nesse momento que aconteceu um spin-off da Zaitt e a criação de uma nova startup em novembro de 2017, a Shipp, um dos primeiros deliveries de tudo do Brasil. “O delivery feito com uma estrutura colaborativa torna um marketplace muito mais sustentável, pois não arca com os altos custos fixos. Desde o primeiro momento fez muito mais sentido seguir dessa forma e quisemos liderar esse processo, trazendo esta rede colaborativa para dentro de uma plataforma nossa. Assim criamos a Shipp”, conta Tomás Scopel, cofundador da Zaitt e da Shipp.

A partir desse momento o quarteto empreendedor opera com modelos de negócio e desafios complementares: trazer soluções que diminuem gargalos e facilitam a vida do consumidor. A Shipp entrega de tudo – de vestuário a comida – com a ajuda da geolocalização do usuário que aponta a loja física mais próxima para que o entregador busque o pedido e entregue em até 60 minutos.

Com isso, as atenções para a Zaitt ficaram100% voltadas em sua unidade em Vitória, que se tornou a primeira loja sem funcionários e 100% autônoma da América Latina. Atuando como um marketplace físico onde os fornecedores é quem têm a responsabilidade de reposição dos estoques, toda a “mágica” para o consumidor acontece por meio de aplicativo desenvolvido pelo próprio time formado pelos empreendedores.

Pelo app, o cliente se cadastra e acessa a loja utilizando o QR code gerado imediatamente após o cadastro. Por lá ele abre a loja, escaneia os produtos que deseja comprar e finaliza o processo através do app. Para sair, ele volta a mostrar o qr code no leitor de saída. Além disso, o app inova também na forma como se relaciona com o cliente ao criar promoções personalizadas e sugerir produtos para acompanhar os que normalmente consome.

“Pivotar o modelo da Zaitt e criar a Shipp foi o grande aprendizado para o time até aqui. Amadurecemos demais quando tivemos esse desafio pela frente e aceitar que aquela ideia não se tornaria o que imaginávamos. Foi o que aconteceu com a Zaitt e só nos fez crescer. Hoje temos 2 startups com mesmo DNA, inovam cada uma a sua forma e entregam serviços de uma forma que realmente facilita o dia a dia das pessoas”, afirma Tomás.

Ambos os negócios estão em franca fase de crescimento e expansão. Segundo Tomás, a Zaitt abrirá uma segunda loja em Vila Velha até o início do segundo semestre e seguirá para São Paulo onde já possui o acordo para abertura de algumas lojas. Já a Shipp chegou recentemente em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro e planeja alcançar mais 4 cidades ainda esse ano. .

Sobre a Zaitt

A Zaitt começou sua operação em abril de 2016 como a primeira loja 100% autônoma da América Latina Totalmente sem funcionários e com a experiência de compra guiada pelos próprios usuários, facilitamos a vida de consumidores que desejam uma nova experiência de compra, mais rápida, prática e disruptiva.

Sobre a Shipp

A Shipp começou a operar em novembro de 2017 e oferece conveniência colocando toda uma rede de entregadores a disposição dos usuários, seja para coletar um produto, realizar um serviço ou comprar algo por eles. Todas as interações acontecem pelo app com mais de são mais de 1000 entregadores e mais de 200 parceiros já operando na plataforma.

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.