Empreendedores transformam dificuldades em grandes ideias de negócio

Investimento em negócio próprio é solução encontrada para resolver problemas enfrentados nos âmbitos profissional e pessoal

Redação 13/11/2017
Redação 13/11/2017

Um novo negócio pode surgir como uma alternativa para quem busca complemento de renda, nova oportunidade de trabalho ou uma rotina mais flexível. Mas há também quem vê no empreendedorismo uma forma de solucionar uma dificuldade enfrentada, seja em seu mercado de atuação ou no dia a dia.

Veja cinco empreendedores que transformaram um problema em um negócio bem-sucedido.

“Dor de cabeça” na criação de sites

Depois de várias tentativas frustradas de ter um site profissional, bonito e com fácil atualização, o fotógrafo Rafael Bigarelli juntou-se com dois amigos, o programador Arquimedes Ferreira e o publicitário Marcelo Tesser, e criou a startup Alboom (www.alboom.com.br), uma plataforma online para criação de portfólios profissionais na internet. A solução já ajudou milhares de fotógrafos e artistas a criarem sites mais acessíveis e atraentes.

Burocracia nos processos de reembolso

Cansados de guardar notas fiscais e preencher planilhas de reembolso, e percebendo o tempo gasto pelas empresas com esse processo burocrático, Bruno Pain e Thiago Campaz criaram o VExpenses (www.vexpenses.com), um aplicativo que facilita a gestão de despesas corporativas. A solução permite que as empresas economizem tempo, fiscalizem gastos e controlem possíveis fraudes. O aplicativo já conta com mais de seis mil usuários.

Dificuldade para agendar banho para os pets

Ao buscar na internet algum estabelecimento para agendar o banho de seus pets após o horário comercial e não encontrar nenhum estabelecimento aberto, Robert Dannenberg percebeu uma oportunidade de negócio. Assim, criou o Pet Booking (www.petbooking.com.br), um app que conecta tutores a diversos serviços para animais de estimação e permite agendamento em qualquer horário do dia. Atualmente, o Pet Booking é o maior marketplace de serviços pets do Brasil, com 17 mil profissionais cadastrados e mais de 11 mil agendamentos.

Concorrência em marketplaces

Frederico Flores e Fernando Montera Filho tinham uma loja de eletrônicos importados em um marketplace mas, com a chegada de muitos concorrentes e sem expectativas de crescimento, desistiram do negócio e passaram a investir em soluções para o mercado que até então atuavam. Criaram, então, a Ecommet (www.ecommet.com.br), empresa de tecnologia que desenvolve sistemas inteligentes para automatizar e otimizar as vendas em marketplaces, transformando seus concorrentes em clientes. Atualmente, possui mais de 2,5 mil clientes e fechará o ano com faturamento de R$30 milhões.

Facilitando operações de e-commerces

Integrar uma plataforma de e-commerce à sistemas que facilitam o dia a dia da operação é uma verdadeira “dor de cabeça” para o lojista; exige alto investimento e revisão constante, já que os sistemas passam por atualizações periódicas. Para solucionar essa questão, Thiago Lima criou o LinkApi (www.linkapi.com.br/), startup que trouxe para o mercado uma tecnologia que permite integrar plataformas de forma automatizada, feita pelo próprio lojista, em poucos cliques. Em menos de 9 meses de operação faturou R$1 milhão e conquistou grandes players como Buscapé.

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.