Empresas brasileiras têm menor valor de mercado em 12 meses

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

O valor de mercado das empresas brasileiras de capital aberto atingiu o menor valor em 12 meses. Estudo da Economática mostrou que no dia 8 de setembro, as empresas com ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) apresentavam valor de mercado em US$ 972 bilhões – resultado do número de ações multiplicado pelo valor de cada um delas.

Neste período de 12 meses, o ápice foi alcançado no final de maio de 2008, quando chegou a US$ 1,404 trilhão. Desde essa data até segunda-feira, dia 8, as empresas perderam o equivalente a US$ 432 bilhões ou 30,8% de queda em dólares.

O valor de mercado atual é próximo ao de agosto de 2007, quando as empresas brasileiras atingiram US$ 943 bilhões. O estudo da Economática mostra ainda que o valor de mercado das empresas apresenta queda constante pelo quarto mês consecutivo, desde maio de 2008.

Petrobras e Vale, que são as duas empresas com valor maior valor de mercado e, portanto, com maior peso no Ibovespa – Índice que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bovespa – , já tiveram queda de US$ 184 bilhões de maio a setembro. Isso significa uma perda de 38,9%. A Petrobras já perdeu US$ 117 bilhões e a Vale, US$ 67 bilhões.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.