Empresas em incubadoras somam 2.640, mostra estudo divulgado na reunião da SBPC

redacao 25/07/2012
redacao 25/07/2012

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) lançou durante a 64ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) estudo que aponta existência de 16.394 postos de trabalho nas 2.640 empresas instaladas em 384 incubadoras no Brasil.

O documento revela que o faturamento anual das empresas está em torno de R$ 533 milhões. As 2.509 empresas que já passaram por incubadoras, chamadas de graduadas, geram atualmente 29.205 postos de trabalho e faturam cerca de R$ 4,1 bilhões por ano.

De acordo com secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do ministério, Alvaro Toubes Prata, foram investidos aproximadamente R$ 53,5 milhões em 341 projetos de empresas em incubadoras no período de 2003 a 2011. O estudo mostra que o perfil das incubadoras é prioritariamente tecnológico: 67% direcionam sua produção para essa finalidade.

Álvaro Prata destacou que o maior obstáculo enfrentado pelas empresas é a falta de infraestrutura e de consolidação de recursos na fase inicial. “O estudo vai atualizar nossas bases de conhecimento e permitir, com essas informações, que o governo federal possa incentivá-las ao crescimento. Entendemos que deve haver uma integração com outras políticas públicas e regularidade dos investimentos.”

O estudo foi realizado em parceria com a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec). O ministério está articulando um estudo semelhante para atualização das informações sobre os parques tecnológicos.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.