Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Encontro internacional debate garantias de crédito para pequenos negócios

redacao 27/09/2013
redacao 27/09/2013

Fórum no Rio de Janeiro reúne mais de 500 participantes de 22 países

Na abertura do XVIII Fórum Ibero-Americano de Sistemas de Garantia e Financiamento para as Micro e Pequenas Empresas, representantes de diversas instituições reafirmaram o compromisso com os pequenos negócios, considerados como força indutora do desenvolvimento. Mais de 500 participantes de 22 países participaram da cerimônia nessa quarta-feira (25), na capital fluminense. 

“O processo das sociedades de crédito ainda é jovem. No momento, cinco estão funcionando e outras cinco estão em andamento. Esperamos dobrar esse número até 2017”, afiançou o presidente do Conselho Deliberativo Nacional  do Sebrae, Roberto Simões. O evento é promovido pela instituição e a Rede Ibero-Americana de Garantias (Regar), com apoio do Banco Central e patrocínio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Caixa Econômica Federal (CEF), Banco Cooperativo do Brasil (Bancoob) e  Agência Estadual de Fomento do Rio de Janeiro (Agerio). 

O presidente do Sebrae, Luiz Barretto, valorizou a troca das experiências que está ocorrendo entre vários países, o que permite que as Sociedades de Garantia possam se expandir e sejam aceitas como parceiras do sistema financeiro nacional. “Nossa expectativa é que o Brasil caminhe para o marco regulatório. Crédito significa desenvolvimento, educação, aumento de produtividade e valor agregado. Queremos aumentar o acesso para que os pequenos negócios possam sair do uso dos recursos em curtíssimo prazo para um tempo maior e do capital de giro para investimento”, reforçou Barreto.

O diretor de Relacionamento Institucional e Cidadania do Banco Central, Luiz Edson Feltrim, destacou a criação do Fundo Garantidor de Crédito para cooperativas, já aprovado pela Câmara dos Deputados, que considera como um grande avanço. “Temos trabalhado muito para aumentar o acesso ao crédito das micro e pequenas empresas e quero ressaltar o papel do Sebrae, que tem atuado junto ao Banco Central na construção da regulamentação, que é uma das nossas prioridades. Tenho convicção de que as discussões nesse fórum darão subsídios para fundamentar a proposta do marco regulatório”, afirmou.

“Temos aqui reunidos os melhores profissionais do mundo, todos empenhados em encontrar boas soluções”, disse o secretário-técnico da Rede Ibero-americana de Garantias (Regar) e coordenador internacional do Fórum, Pablo Pombo.

A proposta das Sociedades de Garantia de Crédito é oferecer garantias complementares para que os pequenos negócios possam ter acesso mais rápido ao sistema financeiro. Um dos pontos principais é se responsabilizar junto aos bancos por parte do empréstimo, em geral de até R$ 100 mil. Outro diferencial é estabelecer um relacionamento mais próximo com a empresa, o que significa ter acesso às informações do negócio, prestar consultoria, fazer um diagnóstico das necessidades e acompanhar a evolução da aplicação dos recursos.

Informações Agência Sebrae

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.