Especialista desvenda as fases de uma entrevista de emprego

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

É comum, em uma entrevista de emprego, o profissional ficar nervoso diante de tantas perguntas e colocar tudo a perder. Mas, para quem está em busca de um posto no mercado de trabalho, ela é imprescindível. Por isso, quanto mais o profissional souber como ela funciona, melhor!

De acordo com o presidente do site Curriculum.com.br, Marcelo Abrileri, a seleção presencial começa com uma checagem. "É comum o selecionador verificar pontos óbvios e que até já estão no currículo, tais como escolaridade, estado civil, filhos, local da residência, etc", afirmou.

Depois disso, são analisadas as capacidades técnicas, por meio de perguntas sobre experiências profissionais, trabalhos conduzidos. "A idéia do entrevistador é tentar descobrir se a pessoa gosta do que faz, o quanto está envolvida e qual a vontade de crescer", explicou.

Personalidade
Aspectos da personalidade da pessoa também serão investigados. Como você age no ambiente de trabalho? É isto o que o selecionador quer saber! Por isso, irá perguntar sobre o motivo de ter saído da última empresa, como lidava com as pessoas, dentre outras questões, listadas abaixo:

    * Comente quais são os pontos fortes de seu perfil e dê exemplos destes pontos em sua carreira;

    * Comente três pontos que precisa desenvolver em seu perfil e o que você está fazendo para se desenvolver nestes aspectos;

    * Comente uma situação de estresse ou pressão pela qual passou e como você a administrou;

    * Como você vê a evolução da sua carreira nos próximos anos? Cinco, dez ou quinze anos?

Além disso, é nesta fase que o selecionador irá investigar as similaridades entre o candidato e a empresa. Não se assuste se ouvir perguntas como: por que você se inscreveu para o nosso processo seletivo? Por que devemos contratá-lo?

Vida pessoal
Um profissional que tem problemas pessoais acaba por levá-los, algumas vezes, para o trabalho. Isso não significa que irá dividir com todos os seus colegas a situação que está vivendo, mas, provavelmente, sua produtividade cairá. "Por fim, o entrevistador quer conhecer um pouco mais sobre o lado pessoal do candidato", disse Abrileri, justamente porque ele interfere nas atividades diárias.

Neste caso, são feitas perguntas como: como você gasta seu tempo fora do trabalho? Tem algum hobby? O que faz nos finais de semana?

Diante destas questões, saiba que não existem respostas certas ou erradas, apenas as verdadeiras. "A entrevista serve para que se coloque a pessoa certa, no lugar certo e no momento certo. No entanto, é natural que o profissional valorize seu perfil, mas sempre de modo discreto e com sabedoria. O ideal é ser honesto e alinhar seus objetivos pessoais aos da empresa. Lembre-se que uma entrevista de emprego é uma venda", finalizou Abrileri.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.