Especialista ensina que selecionar clientes pode aumentar lucratividade

redacao 02/10/2012
redacao 02/10/2012

O pensamento de que menos é mais, normalmente, não é associado ao trabalho de uma empresa quando falamos de lucro e rendimentos. Logo se pensa que quanto mais trabalho, mais resultado e por consequência mais dinheiro. Entretanto, conforme a ActionCOACH, empresa especializada em coaching com atuação mundial, apenas o trabalho duro pode não gerar os resultados esperados e a qualidade de vida do empresário e a diversão, ela mesma, são fatores fundamentais na conquista de bons resultados.

– Muitas vezes, quando converso com empresários eles me falam coisas do tipo ‘não aguento mais, não me sugira mais nenhuma tarefa porque não poderei lidar com mais uma obrigação’. Na maioria das vezes os negócios deles estão longe de absurdamente rentáveis e pelo tom das reclamações mais longe ainda de ser um lugar divertido e agradável de para se trabalhar – diz José Luis Lopez, Máster License da ActionCOACH no Brasil.

Conforme Lopez, para se reverter esse quadro o empresário deve tornar o seu negócio, em primeiro lugar, um lugar prazeroso para se trabalhar. Não há como desenvolver uma boa relação e boas ideias em uma empresa em que nem o dono gosta de estar.  E essa melhora passa pela escolha dos clientes.

– É comum o pensamento de que quanto mais clientes, melhor. Errado. A qualidade dos clientes é mais importante do que a quantidade. É melhor ter clientes que lhe deem menos trabalho e o mesmo lucro do que trabalhar com aqueles problemáticos que no final das contas não irão compensar o esforço investido – afirma Lopez.

Mas como selecionar os clientes? Em quatro passos, a ActionCOACH apresenta ações simples que podem ser aplicadas em empresas dos mais diversos ramos e tamanhos.

1 – Identificar e definir os clientes. Toda a empresa tem clientes enlouquecedores (sejam do tipo reclamões os que sempre pagam atrasado) e também, aqueles pontuais e que parecem estar sempre afinados com o trabalho. Os separe em quatro classes, pode ser A, B, C e D, onde eles fiquem divididos por escala de melhor a pior.

2 – No segundo passo é a vez de deixar que os clientes saibam disso. Sim! Eles devem saber em que classe estão. Isso mesmo! Para os dois melhores grupos mande um email elogiando o esforço e diga que gosta de trabalhar com eles e o quão importantes eles são. Isso fará sentir-se agraciados.
Já para os outros dois grupos, envie mensagem dizendo que já é hora de terem uma nova abordagem. É importante mostrar seu compromisso em atender e explicar como sua participação é importante em seu relacionamento. Se não houver nenhuma alteração depois de alguns contatos, você poderá encaminhá-los à sua concorrência. Custa caro para que você trabalhe para esses clientes.

3- Com o tempo que você irá ganhar quando alguns dos seus piores clientes forem azucrinar a concorrência a sua empresa pode crescer. Esse é momento para focar em novos projetos, mais comercialização e claro, atrair clientes que queriam e tenham afinidade para trabalhar com você e sua empresa. E que tal mais tempo com a sua família ou ainda praticando o seu hobbie favorito? Agora, você tem esse tempo. Pode divertir-se, relaxar e chegar na empresa mais disposto e mais bem humorado.

4 – O quarto passo não poderia ser outro que não a manutenção do sistema criado. Você não gastou todo esse tempo esforço para mais tarde repetir os mesmos erros, não é mesmo? Certifique-se de que seus novos clientes serão instruídos sobre o fato de que o único e excelente nível de serviço que você fornece para eles, só é possível porque os clientes comprometem-se a participar nesta relação e defina o que espera deles. Esta é uma estratégia importante para que obtenha mais controle seus negócios, melhore sua rentabilidade e, principalmente, reduza os níveis de estresse seus e de sua equipe.

Saiba mais sobre a ActionCOACH

Criada pelo australiano Brad Sugars em 1993, a ActionCOACH nasceu para salvar empresas da falência e para ensinar empresários a trabalhar para seus negócios e ter mais tempo livre. O método da empresa é simples: com um diagnóstico benfeito é possível traçar um plano de trabalho cujo personagem central é o próprio dono do negócio, que fará as mudanças atuando, delegando tarefas e cobrando metas.

Hoje, a ActionCOACH conta com mais de 1000 franqueados em 46 países, e já atendeu mais de 1 milhão de donos de negócios. A franquia foi considerada, pela Revista Entrepreneur como uma das 100 com maior crescimento e uma das 50 melhores em novos negócios, sendo a nº 1 na categoria de coaching empresarial dos últimos 9 anos consecutivos.

Mais informações: www.actioncoach.com.br e www.actioncoachfranquias.com.br

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.