Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Feira naval traz oportunidades para pequenas empresas

redacao 12/03/2013
redacao 12/03/2013

O Sebrae e a Petrobras estarão, entre os dias 12 e 15 de março, em Rio Grande (RS), desenvolvendo ações para ampliar a participação das micro e pequenas empresas – aquelas com faturamento máximo de R$ 3,6 milhões por ano – na cadeia de fornecedores do setor de petróleo, gás, energia e naval. Desde 2005, as duas instituições realizam um trabalho de inserção desses empreendimentos na cadeia de fornecedores do setor. Nesses sete anos, as oportunidades já acumularam R$ 5,5 bilhões em fornecimento direto ou para grandes fornecedores da estatal.

“Rio Grande é hoje o segundo maior polo de construção naval offshore do Brasil, em função dos estaleiros que fornecem para plataformas e navios da Petrobras. A região é um mercado em crescente expansão, o que representa grande oportunidade de negócios para pequenas empresas, que podem fornecer produtos e serviços de qualidade e garantir seu sucesso”, afirma o presidente do Sebrae, Luiz Barretto. “Ao mesmo tempo, a Petrobras passa a contar com uma gama maior de fornecedores qualificados, aptos a trabalhar com as especificidades que uma grande empresa demanda”, completa.

As ações do Sebrae e da Petrobras acontecerão durante a feira de Polo Naval 2013 de Rio Grande. Grupos empresariais de Caxias do Sul, Porto Alegre, São Leopoldo e Santa Maria vão participar da feira e de uma rodada de negócios que acontece durante o evento. São esperados cerca de 280 proprietários da micro e pequenas empresas, com a expectativa de fechamento de negócios da ordem de R$ 6 milhões.

A dirigente da Indarcil, Marcia Arriada Nienchski, está entre os empreendedores que participarão da rodada de negócios durante a feira. Especializada em fabricação de artefatos de cimento como postes, meio-fio e tubos, a empresa se tornou fornecedora da Petrobras em 2011. Sempre que há eventos como esse, a empresária procura participar de todas as atividades oferecidas pelo Sebrae.

Para Marcia, além da qualificação dada especificamente para atender à Petrobras, o negócio ganhou muito em prestígio, o que atraiu outros compradores. “Hoje, posso dizer que meu faturamento aumentou 30%”, comemora.

Ações

A 6° Rodada de Negócios da Região Sul do Rio Grande do Sul vai reunir 20 âncoras/grandes empresas compradoras, 280 empresas vendedoras, com uma previsão de 600 reuniões e estimativa de um volume de negócios que pode chegar a R$ 6 milhões.

O Sebrae também terá dois estandes institucionais junto com a Petrobras para orientar os empresários sobre como se cadastrar na estatal como potencial fornecedor e como se qualificar para se inserir na cadeia do petróleo, gás, energia e naval. A instituição também vai realizar visitas técnicas às instalações do Polo Naval e levará até o evento missões empresariais de Caxias do Sul, Porto Alegre, São Leopoldo e Santa Maria.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.