Última edição Edição 262 January 2017 Assine

FGV: inflação da baixa renda acumula alta de 6,62% até julho, contra 4,39% da geral

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

O IPC-C1 (Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1) acumulou variação de 6,62% nos sete primeiros meses do ano, de acordo com dados divulgados pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) nesta quinta-feira (07).

No mesmo período, a inflação geral, medida pelo IPC-BR, registrou taxa da 4,39%. Nos últimos 12 meses encerrados em junho, a elevação dos preços para a baixa renda é de 9,46% e para a média do Brasil, de 6,23%.

Habitação é a vilã em 12 meses
Segundo a FGV, o avanço do IPC-C1 está associado ao recente aumento das taxas de habitação. Entre gosto de 2007 e julho e 2008, a taxa do grupo habitação subiu 3,34%. O resultado superou o apurado nos últimos 12 meses até junho de 2008, quando a variação foi de 2,32%. Com este avanço, esta classe de despesas foi a que mais contribuiu para a aceleração da taxa de 12 meses do IPC-C1.

Entre os principais destaques, estão os itens: tarifa de eletricidade residencial (-7,86% para -3,54%) e material para limpeza (4,96% para 6,71%).

Alimentos
A variação da taxa dos alimentos foi de 18,85% no período entre agosto de 2007 e julho de 2008. Apesar do pequeno decréscimo, em 12 meses (entre julho de 2007 e junho de 2008, a variação foi de 18,88%), a alta dos alimentos respondeu por 76% do resultado geral do IPC-C1.

Neste período, os itens que apresentaram recuos em suas taxas de variação foram as frutas (4,09% para 1,57%), laticínios (6,50% para -2,29%) e óleos e gorduras (35,40% para 33,09%).

Variação mensal

Entre junho e julho, a variação do IPC-C1 passou de 1,29% para 0,61%. A desaceleração é resultado do ligeiro decréscimo do grupo dos alimentos, vestuário, educação, leitura e recreação, e habitação. Considerando o segmento de saúde e cuidados pessoais, o índice subiu de 0,65% para 0,97% no período. O grupo de despesas diversas subiu de 0,05% para 0,35%, e o grupo de transportes, de 0,00% para 0,02%.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.