Flores de bicicleta

A maneira como vendem os arranjos e flores, na bicicleta que fica colorida, aliada ao bom preço, é a principal razão do sucesso dessa floricultura.

Redação 05/07/2018
Redação 05/07/2018

“Por que não temos mais flores no dia a dia, apenas em ocasiões especiais”? Num belo dia de sol, em São Paulo, as jovens e amigas Marina Gurgel e Tatiana Pascowitch fizeram entre elas essa pergunta. Pois foi essa pergunta a semente para as duas criarem uma floricultura, nada tradicional, A Bela do Dia.

Duas vezes por semana, as amigas saem às cinco horas da manhã em direção a Ceagesp (Companhia de Entreposto de São Paulo) onde compram plantas e flores em grande quantidade e assim conseguem revender por preços mais em conta. A maneira como vendem os arranjos e flores, na bicicleta que fica colorida, aliada ao bom preço, é a principal razão do sucesso dessa floricultura.

Marina está convencida que ela e a amiga apostaram numa empresa criativa e era isso que buscavam. “Muita gente que está com cara fechada abre um sorriso quando vê a nossa bicicleta cheia de flores. Tem homem que chega a contar como é a namorada dele e aí escolhemos junto o melhor arranjo. É muito gratificante trabalhar com flores”, diz ela.

www.abeladodia.com

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.