Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Frio reduz a produção de alimentos no Sul

redacao 12/07/2011
redacao 12/07/2011

Só no leite, baixas temperaturas devem provocar queda de 18,5 milhões de litros na produção gaúcha

As baixas temperaturas, em pleno período de safra de leite no Rio Grande do Sul, devem provocar uma queda de 18,5 milhões de litros na produção gaúcha deste mês em relação a julho de 2010.

O desempenho corresponde a uma retração entre 7% e 8% na mesma base de comparação, conforme projeção preliminar do Sindicato das Indústrias de Laticínios do Estado (Sindilat-RS).

Segundo o diretor-executivo da entidade, Darlan Palharini, a estimativa foi feita a partir do levantamento sobre a captação das indústrias na primeira semana de julho, que indica uma queda na produção local para a média diária de 7,5 milhões de litros, 500 mil litros a menos do que em junho e 600 mil a menos do que em julho de 2010.

A quebra na safra de leite também vai mexer nos preços do produto. No varejo, a previsão é de 10% de alta nesta semana, diz o presidente da Associação Gaúcha de Supermercados, Antônio Cesa Longo. O clima frio também já provocou estragos em outras culturas. No Paraná, a produção das lavouras de milho e safrinha de trigo devem ficar abaixo do esperado por conta das geadas do fim de junho. Conforme informou na semana passada o Departamento de Economia Rural (Deral), ligado à Secretaria de Agricultura do Paraná, as geadas provocaram uma quebra de 35% na safrinha de milho e de 9% na de trigo, lavouras concentradas nas regiões norte e oeste do Estado.

O inverno também provoca um maior escoamento de bovinos nas regiões de pecuária do País, já que as baixas temperaturas afetam a qualidade das pastagens.

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.