Empresa cria metodologia para salvar negócios empresariais em 90 dias

Preocupada com os números alarmantes de fechamentos de empresas no Brasil, a estratégia promete recuperar a gestão em 9 passos

Redação 06/02/2018
Relógio despertador em estilo mais antigo, moedas ao lado dele, e dentro das moedas está crescendo plantas pequenas, demonstrando tempo e dinheiro
Redação 06/02/2018

Ser dono do próprio negócio é o sonho de 28% dos brasileiros, segundo uma pesquisa publicada pelo Instituto Data Popular em 2015. Isso equivale a 38,5 milhões de pessoas. Muitos saem do ensino superior com apenas o conhecimento técnico, mas sem ferramentas de gestão. De acordo com o IBGE (em pesquisa publicada em 2016), seis em cada dez empresas fecham as portas antes de completar cinco anos. Esses dados mostram que empreender não é tão simples e o sonho pode se transformar em pesadelo em pouco tempo.

Allan Silva, franqueado da Line em Florianópolis-SC, explica que a proposta da Line é auxiliar empresas  a encontrar o caminho da boa gestão. “A Line Coaching tem como metodologia mudar os comportamentos do empresário, tirando-o da operação de forma saudável e conduzindo-o para a cadeira do empreendedor”, explica.

Segundo Allan, a metodologia garante o crescimento contínuo do negócio sem “escravizar” o proprietário. As elevadas cargas tributárias, os juros bancários, grandes burocracias para emissão de licenças, alvarás e vistorias são, entre outros, os grandes desafios que o empresariado brasileiro tem que enfrentar no seu dia a dia.

“Tendo em vista tudo isso, implantamos 9 passos infalíveis para tirar qualquer empresa em dificuldade, transformamos negócios desorganizados em modelos eficazes”, enfatiza Clailton Luiz, CEO da Line, que viaja o Brasil, ministrando palestras para esse público. De acordo com o CEO, o grande propósito é contribuir para o avanço da economia, prevenir fechamento de postos de trabalho e impactar positivamente aquele empreendedor que se tornou operário do próprio negócio.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.