Governo lança hoje Plano Safra da Agricultura Familiar 2011/2012

redacao 12/07/2011
redacao 12/07/2011

Com recursos previstos de R$ 16 bilhões e a criação de uma política de preços mínimos especial para o setor, o governo federal lança oficialmente hoje (12) o Plano Safra da Agricultura Familiar 2011/2012. Participam da cerimônia, marcada para as 11h, em Francisco Beltrão (PR), a presidenta Dilma Rousseff e o ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence. Para garantir a renda dos pequenos produtores, reduzindo a volatilidade dos preços de mercado, serão disponibilizados R$ 300 milhões para a Política de Garantia de Preços Mínimos para a Agricultura Familiar (PGPM-AF).

Os recursos já estão disponíveis nas instituições financeiras, segundo o governo, desde 1º de julho, primeiro dia da safra 2011/2012. O lançamento oficial do plano ocorreria no dia 1º, mas foi adiado para hoje devido à falta de condições de pouso na região, o que, na ocasião, levou a presidenta Dilma a cancelar a viagem ao município paranaense.

Do total de recursos, R$ 7,7 bilhões serão disponibilizados para investimentos e R$ 8,3 bilhões, para custeio. Além da criação de uma política de preços mínimos específica, outra novidade do Plano Safra da Agricultura Familiar é a redução da taxa de juros. As operações de investimento tiveram a taxa máxima reduzida de 4% para 2% ao ano. Nas operações do Programa Mais Alimentos até R$ 10 mil, os juros cobrados diminuíram de 2% para 1% ao ano.

O município de Francisco Beltrão, onde será lançado o plano, fica no sudoeste do Paraná e tem história na luta pela reforma agrária. Em 10 de outubro de 1957, cinco anos após ser fundado oficialmente, aconteceu na região a Revolta dos Colonos, ou Revolta dos Posseiros, como ficou conhecido o levante de cerca de 6 mil colonos que tomaram a sede da cidade, como forma de protesto contra os conflitos causados pelas disputas por terras.
 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.