Imersão amazônica

redacao 21/12/2012
redacao 21/12/2012

Um passeio de barco por meio de pequenos cursos de águas denominados furos e igarapés. Depois, trilhas na floresta da ilha para conhecer espécies nativas, apresentação de mitos e lendas da região e um delicioso almoço em restaurante à beira do rio. O tentador roteiro, denominado “Mitos e lendas na Floresta Amazônica”, pode ser usufruído por turistas que chegam a Belém dispostos a aproveitar lugares que vão além dos tradicionais pontos turísticos na cidade.

A agência Vitória Régia Turismo é uma das que trabalham com o tour “Das crenças, cheiros e sabores”, projeto desenvolvido pelo Sebrae em parceria com o Ministério do Turismo. Em cada um dos seis roteiros oferecidos, que duram entre quatro e 10 horas, o visitante deixa de ser somente espectador e passa a vivenciar experiências de nativos da região. Assim, é possível, entre outras opções, assistir ao processo de fabricação de uma joia ou uma peça em cerâmica, fazer e degustar uma típica tapioca, “bater” o açaí, sentir a química de perfumes e cosméticos indígenas ou experimentar a dança do carimbó, considerada uma variação do batuque.

“O limite é apenas a participação. O mote maior é construir o turismo com a cara, o cheiro, o sabor e a voz da Amazônia”, define Socorro Graça, proprietária da agência. E assim acontece no destino “Joias que encantam”, por exemplo. O turista visita uma joalheria e assiste ao processo de fabricação regional de uma joia, que agrega ouro e prata com materiais regionais descartados pela natureza, sementes e fibras. O projeto do Ministério do Turismo também engloba empreendimentos do segmento de gastronomia, hospedagem, agência de receptivo e produção associada ao turismo, como artesanato, grupos folclóricos e perfumaria.

Com cerca de 1 milhão e 500 mil habitantes, a capital do Pará é famosa pelas belas paisagens naturais, culturais e comidas típicas, como tacacá, maniçoba e pato no tucupi. Outro atrativo é a grande diversidade de ecossistemas, com sua floresta, baías e ilhas com praias e mangues. Por todos esses diferenciais, as rotas oferecidas possuem características que aliam natureza, cultura, gastronomia local, crenças e lendas que encantam os visitantes.

E eles chegam de todo o Brasil e também do exterior. De acordo com Socorro, 50% dos turistas que procuram por roteiros de experiência são de outras partes do País, principalmente dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Em torno de 30% são da própria região e o restante é do exterior, em sua maior parte dos países da Europa. Produtos como artesanato, cerâmica e bombons regionais são os principais produtos adquiridos pelos turistas, que gastam, em média, R$ 400.

Socorro avalia positivamente a iniciativa que o sistema Sebrae teve ao implantar e desenvolver o turismo regional dentro de uma perspectiva diferente daquela já conhecida. “Sabemos que o turismo, hoje, em todos os cantos do mundo, procura formas novas, inovadoras e diferentes de ‘encantar’ o cliente, fidelizando para desejos desconhecidos conscientemente, porém latentes e potenciais”, afirma.

Para ela, o projeto Tour da Experiência traz esse propósito e leva os empresários de diversos setores da economia a se irmanarem em estratégias comuns e a se conscientizarem de que a parceria potencializa os resultados com melhores índices de produtividade. “É a prática do velho jargão: unidos seremos fortes. É um desafio que exige uma postura diferente do setor, empreendedora, enfim, um projeto de parceria”, opina. Entre os principais desafios, Socorro aponta a necessidade de descaracterizar a visão de concorrente entre o trade turístico.

Para compor a parceira, o primeiro passo foi justamente solidificar esse trade, em que as experiências dos participantes foram somadas, multiplicadas e aprimoradas. “O guia de turismo trouxe o conhecer do turista; o restaurante, a sutileza das nossas iguarias; o artesão, a beleza das nossas joias; o perfumista, a docilidade das nossas fragrâncias; o mateiro, a grandeza da nossa biodiversidade; o profissional da hotelaria, o do transporte, o da cerâmica. Enfim, a competência vivenciada de especialistas das mais diferentes áreas”, orgulha-se.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.